Três incêndios ao mesmo tempo na Sertã

  • Lusa
  • 20 Julho 2019

Ao fim da tarde de sábado, havia incêndios na Sertã e um em Vila do Rei.

A presidente da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, diz que deflagraram três incêndios “à mesma hora” naquela autarquia do município da Sertã, um dos quais se mantém ativo desde o início da tarde. Em declarações à Lusa, cerca das 21h30, a autarca Filomena Bernardo frisou que no incêndio da Sertã, que eclodiu numa localidade da zona de Palhais, “foi consumido bastante pinhal, mas aparentemente não atingiu nenhuma casa” e foi potenciado por uma frente de chamas vinda do concelho vizinho de Vila de Rei, que entrou na sua freguesia na povoação de Ereira e se estendeu até à localidade de Casal do Diabo.

“Agora aqui está mais calmo, mas ainda não está controlado. As pessoas dizem que limparam as faixas de segurança à volta das casas, mas a verdade é que continua a arder”, ilustrou Filomena Bernardo. “Para quem está a ver o fogo a chegar perto de casa um minuto é uma hora, mas os bombeiros não podem ir a voar. Mas as pessoas ficam muito nervosas e dizem que os meios continuam a ser poucos”, acrescentou.

Filomena Bernardo frisou que ao longo da tarde deste sábado “houve muita pressão” na sua freguesia devido à proximidade das chamas às habitações, pressão essa que também afetou a corporação de bombeiros local, que viu duas das suas viaturas envolvidas num acidente rodoviário, que resultou em dois bombeiros feridos sem gravidade, revelou a autarca.

“Um jipe que ia atestar de água, numa curva bateu contra um carro de água da mesma corporação e dois bombeiros tiveram ferimentos ligeiros”, disse Filomena Bernardo.
De acordo com a página internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), pelas 22h30 três grandes incêndios estavam ativos no distrito de Castelo Branco, dois no concelho da Sertã e um no concelho de Vila de Rei, que já se estendeu ao município de Mação, no distrito de Santarém, estando a ser combatidos por quase 900 operacionais e mais de 270 viaturas.

Em Vila de Rei e Mação estão envolvidos no combate às chamas 521 bombeiros, apoiados por 162 viaturas, e na Sertã, no incêndio que começou em Palhais, o dispositivo operacional envolve 267 bombeiros e 83 viaturas.

Um terceiro incêndio, que surgiu às 16:16, na freguesia de Várzea dos Cavaleiros, igualmente na Sertã, também se mantém ativo, estando a ser combatido por 96 bombeiros, apoiados por 28 viaturas.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Três incêndios ao mesmo tempo na Sertã

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião