Generali Brasil aposta em seguros de medicamentos

  • ECO Seguros
  • 22 Julho 2019

Através de uma parceria com uma empresa especializada na gestão da cadeia do medicamento, a seguradora vai expandir o seu produto que cobre despesas farmacêuticas.

A Generali Brasil fechou uma parceria exclusiva e inovadora com a BSF Saúde, uma empresa especializada em gestão de saúde e assistência farmacêutica, tornando-se a única seguradora a oferecer este tipo de serviço no Brasil. O contrato de 20 anos prevê que sejam alcançados mais de 500 milhões de reais (cerca de 118 milhões de euros) em prémios de seguros.

Apenas 25% da população brasileira possui um plano de saúde. Estes são, em 80% dos casos, pagos pelos empregadores. Com a forte crise que afetou o país nos últimos dois anos, 2,8 milhões de pessoas perderam acesso a planos de saúde. A marcação de consultas no sistema público chega a ter um prazo de espera de 180 dias e o acesso a medicamentos é muito caro no Brasil.

A BSF faz a gestão da cadeia de medicamentos, através da sua rede credenciada em todo o país e é responsável pelos planos corporativos de acesso a medicamentos. A nova parceria permitirá a distribuição do Seguro Farma BMG, o resultado de uma aliança estabelecida pela Generali com o Banco BMG em 2017. A apólice cobre despesas com genéricos após atendimento nas urgências ou internamento hospitalar e abarca ainda a cobertura de morte acidental e assistência no caso de funeral.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Generali Brasil aposta em seguros de medicamentos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião