Seguros aumentam em mil milhões os recursos do BCP

  • ECO Seguros
  • 1 Agosto 2019

Os seguros de poupança e investimento aumentaram em 1076 milhões os recursos provenientes de clientes do Millennium BCP no primeiro semestre do ano.

O Millennium BCP aumentou os seus recursos de clientes em mais de mil milhões através da subscrição por clientes de seguros de poupança e investimento. Este tipo de recursos integram os designados fora do balanço e são representados por contratos de de operações de capitalização, seguros unit-linked e planos de poupança como PPR, PPE e PPR/E.

Na operação portuguesa, sem a atividade internacional do banco, o valor dos recursos totais de clientes do Millennium BCP atingiu os 55,6 mil milhões de euros, sendo 8.786 milhões, cerca de 16%, representados pelos seguros de poupança e investimento do banco que refletiram o aumento de 1.076 milhões, embora uma parte desse aumento resulte de uma redução de ativos distribuídos, outra rubrica de recursos fora de balanço.

Nas receitas de comissões bancárias, a bancassurance obteve 58 milhões de euros, mais 8,5% que em igual período do ano passado, enquanto os resultados da atividade seguradora renderam 5,4 milhões de euros ao banco, quando tinham contribuído com apenas 1,6 milhões no primeiro semestre de 2018.

O Millennium apresentou no semestre resultados líquidos de 169,8 milhões de euros, mais 12,7% que no primeiro semestre de 2018. O ativo total, incluindo Portugal e estrangeiro, cresceu mais de 10% para 80, 87 milhões de euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Seguros aumentam em mil milhões os recursos do BCP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião