British Airways cancela quase todos os voos no Reino Unido em dia de greve de pilotos

  • ECO
  • 9 Setembro 2019

Pilotos estão em greve porque consideram insuficiente aumento salarial de 11% nos próximos três anos, tendo em conta os cortes feitos durante a troika.

A companhia aérea British Airways anunciou esta segunda-feira o cancelamento de quase todos os voos no Reino Unido no primeiro dia de uma greve de pilotos, que reivindicam melhores salários.

“Não temos escolha a não ser cancelar quase 100% dos nossos voos”, afirmou a transportadora em comunicado.

A greve deverá afetar dezenas de milhares de viajantes, já que a empresa opera cerca de 850 voos diários no Reino Unido, sobretudo a partir dos aeroportos de Heathrow e Gatwick, em Londres.

A BA já lamentou, em comunicado aos clientes, “os problemas causados por esta ação de protesto da associação dos pilotos” e ofereceu a todos os passageiros prejudicados pela greve “a restituição total” do valor dos bilhetes ou a remarcação da viagem para outra data ou para outra companhia.

Na origem da greve está a proposta de aumentos salariais da companhia, de mais de 11% ao longo dos próximos três anos, que viria permitir a alguns comandantes receber por ano mais de duzentos e vinte mil euros. A associação de pilotos da BA (BALPA) considera a proposta insuficiente tendo em conta os cortes nos salários efetuados pela empresa na altura da crise e agora exige ser compensada nos salários e nos benefícios.

De acordo com a BALPA a greve custa 45 milhões de euros.

Comentários ({{ total }})

British Airways cancela quase todos os voos no Reino Unido em dia de greve de pilotos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião