BRANDS' ECOSEGUROS Proteção do Rendimento para Pessoas-Chave

  • ECO Seguros
  • 1 Outubro 2019

Tiago de Jesus Vieira, Executive Director da Aon Portugal, explica como proteger a capacidade para trabalhar e o rendimento em caso de doença ou acidente.

Falar de Proteção é, hoje, essencial. Falar de Proteção do Rendimento é indispensável

A variedade de produtos de Proteção do Rendimento disponíveis no mercado nem sempre facilita a escolha por parte dos beneficiários, mas a Aon tem os argumentos certos para ajudar na decisão.

Em caso de doença ou acidente, proteger um dos bens mais preciosos dos trabalhadores liberais – a capacidade para trabalhar – e garantir o seu rendimento nestes casos é fundamental.

 

Profissionais Liberais, Trabalhadores Independentes ou Empresários em Nome Individual: são vários os nomes dados a quem trabalha no mundo das profissões liberais. Ser um Profissional Liberal em Portugal apresenta, hoje, vários desafios. Além da componente fiscal e das exigências processuais, a importância de manter o negócio ou atividade profissional em crescimento, sobretudo no atual ambiente volátil em que a sociedade se move, exige o máximo de proteção.

A pensar nestes desafios, alavancados pelas flutuações económicas e pela incerteza política e social, a Aon disponibiliza ao mercado uma solução, em parceria com a AIG, designada de Plano de Proteção Rendimentos, que visa minimizar o impacto nos rendimentos que decorrem da impossibilidade de exercer a sua atividade, em caso de doença e acidente.

Em caso de doença ou acidente da Pessoa Segura a Aon garante, assim, um rendimento mensal mínimo garantido de 600€/mês até 24 meses. Com um prémio a partir de 16€/mês, este plano inclui ainda:

 

  1. Indemnizações com capital reforçado, em caso Falecimento ou Invalidez Permanente;
  2. Aplicabilidade em todo o mundo, 365 dias por ano, 24 horas por dia;
  3. Coberturas adicionais de âmbito alargado.

 

Esta solução é dirigida a Trabalhadores Independentes, Profissionais Liberais e Trabalhadores por Conta de Outrém que aufiram remunerações variáveis. Entre as profissões mais expostas a este risco estão os Advogados, Engenheiros, Arquitetos, Médicos, Auditores, Consultores, Contabilistas, entre outros.

Para subscrever este produto ou obter mais informações, contacte a Aon através:

 

  1. E-mail: suporte.seguros@aon.pt
  2. Linha de Apoio: 808 50 50 70 (dias úteis: das 9h às 13h e das 14h às 17h)

 

 

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Proteção do Rendimento para Pessoas-Chave

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião