Antonio Pepin é o novo CFO da Liberty

  • ECO Seguros
  • 2 Outubro 2019

O novo responsável pelas finanças da Liberty em Portugal, Espanha e Irlanda, tem experiência de reporte a diferentes entidades reguladoras. Esteve antes na AIG e na PWC, sempre em seguros.

A Liberty Seguros acaba de nomear Antonio Pepin como novo CFO (Chief Financial Officer) para as operações da seguradora em Portugal, Espanha e Irlanda. O novo responsável financeiro, cuja nomeação teve em consideração a sua experiência enquanto líder de equipas financeiras de vários países, fará parte da equipa de gestão de seguros, tendo a dupla função de reportar a Matt Johnson, Finance Leader of Global Retail Markets, e Tom McIlduff, CEO da Liberty Seguros.

Antonio Pepin, novo CFO da Liberty para Portugal, Espanha e Irlanda, tem experiência de convívio com vários reguladores

Licenciado em economia pela Univesitat Pompeu Fabra e com um MBA (Master of Business Administration) pela ESADE Business School, Antonio Pepin ocupou até recentemente o cargo de CFO da AIG Europe SA em França e na Península Ibérica. Anteriormente, foi responsável de planeamento financeiro e analytics, além de ter também tido a seu cargo a gestão de pagamentos, cobranças, impostos e despesas gerais. Supervisionou ainda os ciclos orçamentais e de previsão, tendo experiência em reportar as principais atividades financeiras através de princípios contabilísticos, como o GAAP espanhol, bem como na apresentação de relatórios a diferentes reguladores.

Antes de integrar a AIG, Antonio Pepin trabalhou na PriceWaterhouseCoopers em Madrid, Londres e Barcelona, como gerente sénior especializado na supervisão de contas de seguradoras multinacionais do ramo Vida e Não Vida. `

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Antonio Pepin é o novo CFO da Liberty

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião