Sobreviventes do Holocausto ainda tentam recuperar seguros

  • ECO Seguros
  • 10 Outubro 2019

Com registos desaparecidos há mais de 70 anos torna-se difícil provar que existiam seguros de vida vigentes durante e após o fim da II guerra. As seguradoras estão disponíveis para pagar.

Alguns dos sobreviventes do Holocausto estão a tentar recuperar as apólices de seguros de vida que tinham na era nazi que não foram pagas pelas seguradoras da altura e que podem valer, no seu conjunto e aos valores de hoje, 25 mil milhões de dólares.

As contas são da Holocaust Survivors’ Foundation USA e os sobreviventes têm procurado colocar, em tribunais dos Estados Unidos, ações contra as seguradoras para recuperarem o dinheiro. Segundo a Associated Press, durante duas décadas os membros da Fundação tentaram ter acesso à justiça norte-americana, mas sem sucesso.

Desde o fim da guerra o governo alemão pagou aos sobreviventes do Holocauto e a outras vítimas do regime nazi centenas de milhões de dólares em indemnizações. A Comissão Internacional sobre Reclamações da Era do Holocausto, formada na década de 1990 com o apoio dos EUA, pagou 305 milhões de dólares por estes temas e mais 200 milhões em ajuda humanitária.

Seguradoras como a alemã Allianz ou a italiana Assicurazioni Generali afirmam que as ações da comissão devem garantir a finalidade – “paz legal” na terminologia do acordo – nas reivindicações de seguro.

De acordo com a agência de notícias estas seguradoras também afirmam que pagam as reclamações que sejam verificáveis, mas isso é difícil devido à passagem do tempo e à destruição de registos durante a guerra.

Comentários ({{ total }})

Sobreviventes do Holocausto ainda tentam recuperar seguros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião