ASF promove literacia financeira em Trás-os-Montes

  • ECO Seguros
  • 29 Outubro 2019

Autoridade dos seguros junta-se em Bragança aos restantes membros do Conselho Nacional de Supervisores Financeiros para acelerar a aquisição de conhecimentos das populações.

“A Semana da Formação Financeira 2019”, organizada pelo Conselho Nacional de Supervisores Financeiros (Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões, Banco de Portugal e Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) decorre esta semana, de 28 a 31 de outubro, na região de Trás-os-Montes.

Está programado um conjunto de iniciativas com o objetivo de sensibilizar a população para a importância da literacia financeira. Em 29 de outubro, o Sindicato de Jogadores promove, em Bragança, com o apoio dos supervisores financeiros, uma sessão de apresentação e discussão dos resultados do inquérito à literacia financeira dos jogadores de futebol, realizado durante o primeiro semestre deste ano. A sessão contará com a presença de ex-jogadores da modalidade.

A 30 e 31 de outubro, os nove municípios da Comunidade Intermunicipal de Terras de Trás-os-Montes dinamizam várias ações de sensibilização para a promoção da formação financeira da população, em associação, pela primeira vez, a este evento.

Em 2012, realizou-se pela primeira vez “O Dia da Formação Financeira”, mas a partir de 2017, a ação passou a ter uma duração maior, de forma a envolver os vários parceiros e a chegar a mais e diferentes públicos-alvo, desde logo, jovens em idade escolar, professores e outros formadores, jogadores de futebol, adultos ativos e seniores. “Todos contam”, é o lema.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

ASF promove literacia financeira em Trás-os-Montes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião