Irão descobre campo de petróleo com 50 mil milhões de barris

  • Lusa
  • 10 Novembro 2019

Atualmente as reservas provadas de petróleo do país ascendem a 150 mil milhões de barris. Com a descoberta agora anunciada, as reservas provadas de petróleo do Irão aumentaram em cerca de um terço.

O Presidente do Irão, Hassan Rouhani, anunciou este domingo a descoberta de um novo campo de petróleo, no sul do país, com capacidade para mais de 50 mil milhões de barris. Com a descoberta agora anunciada, as reservas provadas de petróleo do Irão aumentaram em cerca de um terço.

Atualmente, de acordo com dados das autoridades iranianas, as reservas provadas de petróleo do país ascendem a 150 mil milhões de barris. As reservas provadas referem-se a petróleo cuja extração é economicamente viável, ainda que a forma como são calculadas varia de país para pais.

O novo campo de petróleo será o segundo maior do Irão, a seguir ao de Ahvaz, com capacidade para produção de 65 mil milhões de barris de crude. O anúncio do Presidente iraniano foi feito na cidade de Yazd, tendo Hassan Rouhani adiantado que o novo campo fica situado na província de Khuzestan, uma zona rica em petróleo.

Citado pela Fars, agência de notícias semi-oficial, o Presidente iraniano assinalou que iria informar a Casa Branca que no dia em que os Estados Unidos da América impuseram sanções à venda de petróleo iraniano, os trabalhadores e engenheiros do país fizeram esta descoberta do novo campo.

A indústria de petróleo do Irão tem estado sob pressão na sequência das sanções impostas pelos Estados Unidos da América motivas pelo fim do acordo nuclear.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Irão descobre campo de petróleo com 50 mil milhões de barris

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião