Activo Bank aposta em seguro de viagem ON/OFF

  • ECO Seguros
  • 2 Dezembro 2019

A tempo das férias de neve, o banco do grupo Millennium lança um seguro de viagem da Ocidental/Ageas em que se paga 1,25€ por dia, apenas nos dias que o segurado o ativa através de uma app.

O ActivoBank passou a disponibilizar um seguro internacional flexível, de valor fixo, que pode ser ativado ou desativado em qualquer momento, com apenas um toque.

Este produto designado ON/OFF, está apenas disponível através de uma App, e é formalizado com uma única subscrição, sem custos, gerando uma apólice com duração de três anos.

Esta apólice fica à disposição do cliente, que pode ativá-la e desativá-la sempre que quiser, sendo cobrados apenas os dias em que o seguro está ativo. Permite ainda do segurado uma total liberdade na gestão do seu seguro e torna possível uma ativação imediata, mesmo em cima da hora da viagem.

Para além da facilidade de ativação, o ON/OFF distingue-se também pela abrangência das coberturas, que incluem bagagem e desportos de neve – âmbitos habitualmente considerados extras.

Todas estas vantagens são extensíveis até mais seis pessoas, sem restrições de laços familiares, que podem ser adicionadas pelo segurado durante a viagem.

O ON/OFF tem o custo diário de apenas 1,25 euros por pessoa, com um limite de 15 milhões de euros em coberturas e uma franquia de 75 euros por sinistro reportado.

Este seguro, desenvolvido em parceria com a Ocidental, seguradora do Grupo Ageas Portugal, representa, segundo o banco um produto de uso simplificado, “com preços competitivos, pensados para Clientes ativos, que não têm tempo a perder”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Activo Bank aposta em seguro de viagem ON/OFF

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião