OE2020: Iniciativa Liberal critica “Estado a mais e ambição a menos”

  • Lusa
  • 14 Dezembro 2019

O Orçamento do Estado para 2020 será de "Estado a mais e ambição a menos". Quem o diz é o deputado único da Iniciativa Liberal, que já garantiu que irá garantir essa proposta.

O deputado da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, considera que, tendo em conta o programa do Governo, a proposta orçamental para 2020 será de “Estado a mais e ambição a menos”, estando o voto contra do partido já confirmado.

À saída da reunião desta semana com o ministro das Finanças, Mário Centeno, para apresentação das linhas gerais do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), João Cotrim de Figueiredo anunciou, em declarações aos jornalistas, o voto contra o documento.

“As nossas expectativas em relação ao OE2020 não são boas. A julgar pelas promessas de campanha e pelo Programa de Governo aprovado em outubro este orçamento vai, certamente, poder ser resumido em duas expressões: Estado a mais e ambição a menos”, critica, em declarações à agência Lusa, o também presidente da Iniciativa Liberal.

Os impostos, as taxas e as contribuições são, de acordo com o liberal, um dos exemplos do “Estado a mais”, apontando a um sistema fiscal “oneroso para os contribuintes, complexo e, muitas vezes, injusto”.

João Cotrim Figueiredo antecipa que fará uma “oposição frontal” caso venha a constar da proposta orçamental do Governo a introdução de penalizações fiscais para empresas em função do seu leque salarial, o que “seria o socialismo no seu pior” ao apelar “a um sentimento mesquinho como a inveja social e usando a política fiscal como instrumento de uma pretensa moralidade de Estado”.

“Teremos oportunidade, durante a discussão deste orçamento no parlamento não só de propor estes temas, como também de apresentar propostas de alteração ao diploma, baseadas no nosso compromisso eleitoral e nas medidas que oportunamente apresentámos para eliminar taxas, taxinhas e organismos inúteis no Estado”, compromete-se.

A Iniciativa Liberal, garante o seu líder e deputado, “estará muito atenta a todas as tentativas, explícitas ou encapotadas, de aumentar a carga fiscal direta ou indireta neste orçamento”. “Fomos os primeiros a levantar o tema do englobamento de rendimentos no IRS e em boa hora, pois aparentemente ele não será incluído no Orçamento deste ano”, afirma.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

OE2020: Iniciativa Liberal critica “Estado a mais e ambição a menos”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião