Crédit Agricole Assurances na compra das barragens da EDP

  • ECO Seguros
  • 30 Dezembro 2019

A Predica, principal seguradora do grupo líder em França tomou 35% do consórcio que adquiriu seis barragens que a EDP tem no Douro por 2,2 milhões de euros.

Fundos geridos pela Predica, parte do grupo Crédit Agricole Assurances, vão ser detentores de 35% do consórcio francês de investidores formado ainda pela Engie 40% e pelo fundo Mirova 25%, do Grupo Natixis, na compra à EDP – Energias de Portugal, S.A. de um conjunto de seis barragens localizadas na região do Douro Internacional, por 2,2 mil milhões de euros.

As barragens compradas agora à EDP situam-se na região norte de Portugal, mais precisamente na Bemposta (Mogadouro), Picote (Miranda do Douro), Miranda do Douro, Vila Nova de Foz Côa (barragem do Feiticeiro), Torre de Moncorvo (barragem do Baixo Sabor) e Alijó (barragem de Foz-Tua), num total de 1.689 MW de potência hidroelétrica.

“Com esta nova pareceria em Portugal, o Crédit Agricole Assurances está a consolidar a sua presença na transição energética na Europa”, afirma Frédéric Thomas, CEO do grupo segurador francês, salientando que esta aquisição está totalmente integrada na estratégia do grupo quanto a alterações climáticas.

Thomas, que será substituído em 2020 Philippe Dumont enquanto CEO da CA Assurances e da Predica, referiu-se à Engie e à Mirova, como parceiros de escolha, dada a sua experiência em projetos de energia hídrica.

O Grupo Crédit Agricole é líder de mercado em França com 33 mil milhões de euros de faturação tendo a sua carteira de ativos sob gestão atingido os 285 mil milhões de euros em 2018, contando com 4600 colaboradores.

Entre seguradoras e marcas, o grupo gere a Predica, a Caci, La Médicale, UAF Life Patrimoine e a Spirica.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Crédit Agricole Assurances na compra das barragens da EDP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião