CA Vida está a trabalhar 100% à distância

  • ECO Seguros
  • 23 Março 2020

A seguradora estava preparada para se colocar totalmente em teletrabalho e tem assegurado o contacto permanente com clientes e com a rede de agências do grupo Crédito Agrícola.

Todos os colaboradores da CA Vida estão em teletrabalho “De alguma forma, já tínhamos capacidade instalada e várias pessoas com acesso a VPN, pelo que agora foi necessário adquirir apenas mais umas quantas para que todas as pessoas que precisassem de VPN as pudessem ter”, afirma António Castanho, CEO da seguradora do ramo Vida pertencente ao Grupo Crédito Agrícola.

António Castanho, CEO da CA Vida: “Tudo faremos para continuar operacionais e garantir o melhor serviço possível à Rede Comercial do Grupo Crédito Agrícola e aos nossos clientes”.

Com acesso às aplicações e sistemas necessários à execução das suas funções, os 50 colaboradores, muitos deles habitualmente a trabalhar em ambiente open space, recomendam que os clientes evitem deslocações desnecessárias às Agências CA, informando que qualquer assunto relacionado com os seguros de vida poderá e deverá ser feito por contacto direto com a Companhia, através do e-mail: vida@cavida.pt.

A Seguradora assegura em comunicado que os e-mails serão reencaminhados para as áreas responsáveis com vista a garantir uma resposta célere e eficiente.

“Acreditamos que esta é uma medida preventiva, que visa salvaguardar a saúde e bem-estar dos nossos colaboradores e conter a proliferação desta pandemia”, diz António Castanho, “com a certeza de que tudo faremos para continuar operacionais e garantir o melhor serviço possível à Rede Comercial do Grupo Crédito Agrícola e aos nossos clientes”, conclui.

A CA Vida terminou 2019 com prémios de seguro direto de cerca de 58 milhões de euros e recebeu Prémio ECSI – European Consumer Satisfaction Index, pela satisfação dos seus clientes na categoria de seguros ramo Vida.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

CA Vida está a trabalhar 100% à distância

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião