COSEC antecipa indemnizações para apoiar empresas

  • ECO Seguros
  • 26 Março 2020

Antecipação de indemnizações, isenção de alguns custos e flexibilização de procedimentos, são medidas que a seguradora de crédito lança já para ajudar os clientes a enfrentar a crise até 30 de Abril.

A COSEC – Companhia de Seguro de Créditos, seguradora de créditos e caução, pôs em vigor um conjunto de medidas extraordinárias para apoiar a tesouraria e o funcionamento das empresas no atual contexto resultante da expansão do Covid-19.

“Estas medidas pretendem ser um contributo para apoiar a liquidez das empresas, tendo um acesso mais rápido ao pagamento das indemnizações“, afirma Maria Celeste Hagatong, presidente do conselho de administração da COSEC, que acrescenta terem também em vista “adequar o relacionamento da companhia com o funcionamento dos nossos segurados no atual contexto económico, com o aumento do regime de teletrabalho e, noutros casos, com uma redução dos colaboradores ativos”, conclui.

As medidas incluem:

  • Antecipação do pagamento de indemnizações até 50.000 euros;
  • Isenção dos custos de comunicação de prorrogação realizadas através da plataforma online COSECnet;
  • Adiamento dos prazos de comunicação de não pagamento das suas vendas a crédito, permitindo que os segurados colaborem com os seus clientes para que o pagamento se concretize;
  • Flexibilização de outros procedimentos e prorrogação de prazos associados ao funcionamento do seguro de créditos.

Estas novas facilidades serão aplicadas, segundo a COSEC, até ao final do próximo mês de abril, podendo ser prorrogadas.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

COSEC antecipa indemnizações para apoiar empresas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião