Médicos e enfermeiros ainda não recebem aumentos este mês

  • ECO
  • 21 Abril 2020

Os aumentos dos médicos e enfermeiros só começam a ser pagos a partir de maio — ainda assim, com retroativos a janeiro.

Os funcionários públicos vão receber aumentos de 0,3% já a partir deste mês, mas não os médicos e os enfermeiros, adianta o Público (acesso condicionado). Em causa está um problema no sistema informático, uma situação “inadmissível” para o Sindicato dos Enfermeiros.

O Ministério da Saúde não conseguiu parametrizar o sistema informático a tempo dos pagamentos de abril, pelo que, no caso destes profissionais de saúde, estes aumentos só começam a ser pagos a partir de maio — ainda assim, com retroativos a janeiro. O sistema informático é gerido pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde.

A líder da Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros explica que não é a primeira vez que ocorre uma situação deste estilo, com os turnos destes profissionais a complicar a operação. Já o Sindicato Independente dos Médicos reitera que “a incompetência do Ministério da Saúde, além de não proteger os profissionais, vê-se nas pequenas coisas”.

“Plataforma é muito complexa”, aponta o Governo

Questionado sobre este assunto na conferência de imprensa diária sobre a pandemia do Covid-19, António Lacerda Sales, secretário de Estado da Saúde, disse que a plataforma de processamento de salários do Ministério da Saúde é “muito complexa”. E recordou que os profissionais de saúde têm, eles próprios, diferentes tipos de trabalho que têm de ser tidos em conta.

“O Ministério da Saúde tem 130.273 trabalhadores, a que acrescem prestadores de serviços também. O processamento de salários é feito através da plataforma RHV – Recursos Humanos e Vencimento, que é ela própria uma plataforma muito complexa. Portanto, o sistema é um sistema muito complexo”, disse.

Dito isto, acrescentou: “O Ministério da Saúde trabalha 24 horas por dia com sistemas de trabalho complexos, trabalho noturno, trabalho suplementar. Portanto, existem muitas variáveis no tipo de trabalho dos profissionais de saúde.”

Além do mais, Lacerda Sales indicou que o sistema “exige” a realização de “testes de parametrização que devem ser testados para assegurar a segurança naquilo que é o vencimento destes trabalhadores”. E indicou que “não houve condições do ponto de vista técnico” para alterar o sistema para o processamento dos salários deste mês, uma vez que os dados “são trabalhados até dia 14 de abril” e a data do vencimento é o dia 21 de cada mês.

(Notícia atualizada às 13h45 com mais informações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Médicos e enfermeiros ainda não recebem aumentos este mês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião