EDP vende ativos em Espanha à Total por 515 milhões de euros

Operação, que deverá concretizar-se no segundo semestre de 2020, vai render uma soma de 515 milhões de euros à empresa liderada por António Mexia.

A EDP vendeu dois grupos da central de ciclo combinado de Castejón, na região de Navarra, em Espanha, com 843 MW de potência, e o negócio
comercial junto de clientes residenciais à Total. A operação, que envolve ainda a venda da participação de 50% na CHC Energia, joint-venture com a CIDE para comercialização de energia no retalho, vai render uma soma de 515 milhões de euros à empresa portuguesa.

Esta transação, que deverá concretizar-se no segundo semestre de 2020, após as devidas aprovações das entidades reguladoras, “resulta da estratégia de otimização proativa do portfólio, em execução pela EDP de acordo com o plano estratégico 2019-2022, enquadrando-se na renovação do portfolio EDP no mercado Ibérico, que tem como objetivo reduzir a exposição a produção térmica e a atividades liberalizadas”, refere a empresa em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

António Mexia considera que esta “é uma excelente operação para a EDP que, mais uma vez, realça a qualidade dos nossos ativos, mas também a nossa sólida capacidade de execução, pois continuamos a criar valor significativo com a estratégia de otimização de portefólio definida no nosso plano de negócios”.

Com esta transação, em que o Santander Corporate & Investment Banking (CIB) atuou como assessor financeiro exclusivo da EDP, a empresa “ultrapassa claramente o objetivo de dois mil milhões de euros de alienações no mercado ibérico, atingindo com este acordo 65% do objetivo global de seis mil milhões de alienações no período 2019-2022 (incluindo operações de rotação de ativos renováveis), o que proporciona flexibilidade adicional na execução remanescente do plano estratégico até 2022″, nota.

Espanha continua a ser aposta

Apesar da venda destes negócios, a EDP assegura que Espanha “continuará a ser um mercado estratégico, com uma contribuição ativa para o objetivo da empresa de liderar a transição energética”.

“Após este acordo, a EDP manterá mais de 95% do EBITDA em Espanha, que é um dos nossos mercados estratégicos e onde continuaremos a investir na geração, redes e fornecimento de renováveis, tanto no segmento B2B como no novo downstream”, refere Mexia.

A elétrica diz que “continuará a investir em novas centrais de energia renovável e na transformação de centros de produção já existentes, como é o caso da Central de Aboño (Astúrias), onde o grupo 1 será adaptado para queimar gás de aço e tornar-se numa fonte de geração de eletricidade”.

“A aposta da EDP no mercado espanhol passa também por melhorias nas redes elétricas e por oferecer uma ampla gama de serviços às empresas, segmento no qual mantém significativo um portefólio comercial”, remata.

(Notícia atualizada às 7h46 com mais informação)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

EDP vende ativos em Espanha à Total por 515 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião