Contra-OPA no negócio da MásMóvil “é pouco provável”, segundo Mergermarket

  • Servimedia
  • 4 Junho 2020

Especialistas consultados por agência financeira afastam a possibilidade de uma contraoferta no negócio de compra da operadora de telecomunicações espanhola.

A agência especializada em fusões e aquisições Mergermarket cita fontes bancárias que asseguram que o acordo alcançado pelos fundos promotores da Oferta Pública de Aquisição (OPA) amigável (Cinven, KKR e Providence) com os principais acionistas da operadora espanhola MásMóvil, assim como o preço da operação, desanimam hipotéticas opções de uma contra-OPA, .

“Apesar dos rumores sobre uma contraoferta que circula no mercado, parece pouco provável“, revelou uma fonte bancária à Mergermarket.

Para os intervenientes ouvidos pela financeira, também não há perspetivas de abertura do consórcio dos três fundos a novos interessados, pois não necessitam de mais capital e a sua participação pode ser diluída.

A Mergermarket também não considera viável uma possível fusão de um fundo interessado numa contra-OPA com uma operadora de telecomunicações rival, como o Euskaltel, porque esta está focada na sua estratégia de expansão nacional com a Virgin Telco.

Os mesmos interlocutores destacam que o preço proposto pelos três fundos pela totalidade da MásMóvil é alto, num momento em que o setor espanhol das telecomunicações atravessa uma redução do Ebitda. Afirmam ainda que os fundos impulsionadores da OPA confiam nas competências da MásMóvil para continuar a contribuir para o crescimento do setor, sobretudo num momento em que a implementação maciça do 5G está prestes a acontecer.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Contra-OPA no negócio da MásMóvil “é pouco provável”, segundo Mergermarket

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião