Mediadores de seguros juntam-se para serem nº1 em Portugal

  • ECO Seguros
  • 22 Junho 2020

A Nobis lidera um grupo de distribuidores que comprou uma insurtech e vai lançar uma nova mediadora digital only. Grupo arranca com uma carteira de seguros anual de 25 milhões de euros.

David Pereira, Ceo da Nobis Seguros e atual presidente da Aprose, lidera um sindicato de Agentes e Corretores na formação do que pretende vir a ser o 1º “player” da distribuição de seguros em Portugal verdadeiramente digital, procurando competir com bancos e seguradoras na aquisição e manutenção direta de clientes.

David Pereira confirmou a ECOseguros que o projeto vai arrancar em setembro próximo, reservando detalhes para data posterior.

No entanto, ECOseguros apurou que vai ser realizado um investimento superior a 1 milhão de euros, tendo sido adquirida participação na insurtech portuguesa que explora a plataforma P4L PRO, atualmente especializada no ramo Vida, e que vai ser desenvolvida para todos os outros ramos.

O novo grupo tem como promotores três mediadoras de seguros tradicionais, sendo uma delas a Nobis de David Pereira, e uma digital, para além de um mediador de crédito. Estes fundadores vão deter 60% do capital de uma sociedade holding, ficando 20% reservado para outros mediadores que queiram participar e 20% para investidores diversos.

A holding, cuja designação ainda não é conhecida, terá uma participação de 100% em uma nova mediadora para a qual os fundadores vão transferir toda a sua carteira de seguros, estimada em 25 milhões de euros de prémios anuais. A holding vai ainda deter a totalidade do capital de uma sociedade de apoio digital e call center que fará a gestão comercial, de sinistros, de venda e cobrança da carteira atual dos fundadores, que conta com 40 mil clientes particulares e empresariais, bem como assegurar futuros novos negócios.

A sociedade de topo vai ainda deter 50% na empresa que desenvolve a plataforma P4L PRO, igual participação numa nova mediadora de crédito e também 50% numa empresa de fiscalidade e contabilidade.

Fonte ligada ao negócio afirma que o objetivo final do projeto é disponibilizar a ferramenta digital a todos os agentes e corretores de seguros. Ainda de acordo com a mesma fonte, esta plataforma quer centralizar todas as necessidades financeiras dos clientes, permitindo uma oferta diversificada na área das finanças pessoais com a implícita redução de custos.

A decisão deste grupo de mediadores, que os fará abdicar da gestão individual dos seus próprios negócios, é justificada pelas sinergias transversais que proporciona, conduzindo a poupanças significativas nos custos operacionais e libertando mais tempo para atenção aos clientes.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Mediadores de seguros juntam-se para serem nº1 em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião