Benfica aceitou demissão de Bruno Lage

Bruno Lage colocou lugar à disposição depois da derrota por duas bolas frente ao Marítimo. A posição do técnico foi revelada por Luís Filipe Vieira que, contudo, não revelou se o pedido foi aceite.

Após quase duas temporadas de águia ao peito, Bruno Lage colocou à disposição o lugar de treinador do Benfica. O presidente do clube das águias, Luís Filipe Vieira, anunciou que o treinador português pediu demissão do comando técnico da equipa principal, mas não clarificou se aceitou ou não. Segundo apurou o ECO, este pedido foi aceite e o treinador vai mesmo abandonar o lugar.

“O nosso treinador, Bruno Lage, quando acabou o jogo dirigiu-se a mim e disse: ‘presidente, tem o meu lugar à disposição porque entendo que há coisas que não são boas para o Benfica. Não quer dizer que eu não tenha qualidade ou capacidade para dar a voltar, mas neste momento não há condições porque parece que toda a gente quer que eu me vá embora. Portanto, a partir de amanhã não serei treinador do Benfica‘”, relatou Luís Filipe Vieira, após o jogo entre o Benfica e o Marítimo.

Os encarnados perderam 2-0 na Madeira e, na conferência de imprensa que se seguiu, o presidente do clube sublinhou: “o único culpado sou eu, que sou presidente do Benfica. Sou o único culpado. Sou só eu”. Mas apelou ainda aos adeptos para não desanimarem, dizendo que “uma derrota não é desespero total de ninguém”.

A decisão do treinador de pedir demissão foi tomada numa altura em que o Benfica atravessa uma crise de resultados com apenas dois triunfos nos últimos 12 jogos realizados. A derrota caseira diante do Santa Clara (3-4), na passada terça-feira, abriu a porta à saída de Bruno Lage.

O técnico tem contrato com o clube da Luz até Junho de 2024, com uma cláusula de rescisão de 20 milhões de euros. De referir que a SAD do Benfica tinha renovado o vínculo do técnico no passado mês de dezembro.

Bruno Lage chegou ao Benfica na temporada 2018/2019 para ocupar o cargo de treinador da equipa B das águias. Contudo, em janeiro do ano passado, o técnico ‘subiu’ à equipa principal, substituindo Rui Vitória – que, na altura, não sobreviveu aos maus resultados e à contestação da massa associativa.

Em 75 jogos (divididos por duas épocas) à frente da equipa das “águias”, Bruno Lage somou 51 vitórias, 19 derrotas e 18 empates e em todas as competições. No palmarés do clube, o treinador deixou um campeonato nacional e uma Supertaça Cândido Oliveira.

(Notícia atualizada às 20h45)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Benfica aceitou demissão de Bruno Lage

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião