De onde vêm os alimentos? Auchan vai dizer-lhe, através do blockchain

Através da tecnologia blockchain, os clientes da Auchan ficam a conhecer todas as etapas de vida do alimentos que compram, desde o seu processo de produção à embalagem e expedição.

A Auchan vai permitir que os clientes possam conhecer o percurso dos produtos que compram desde a terra até chegarem ao cliente final, através do recurso à tecnologia blockchain. As alfaces, os melões e as melancias são os primeiros alimentos a terem esta tecnologia, mas o objetivo é que até 2022 “toda a fileira de produção controlada integre esta nova tecnologia.”

Assim, a partir de um QR code colocado na etiqueta dos produtos, “o consumidor fica a conhecer, de forma rápida e intuitiva, todas as etapas de vida do alimento, desde o seu processo de produção, manipulação, transformação, embalagem e expedição”, explica o comunicado divulgado pela Auchan.

Numa primeira fase, a iniciativa arranca apenas com três alimentos: a alface, o melão e a melancia, mas a ideia é que se expanda a “toda a fileira de produção controlada integre esta nova tecnologia” até ao final de 2022, revela a nota de imprensa.

Numa altura em que os consumidores estão cada vez mais preocupados com a qualidade dos produtos, os clientes vão poder acompanhar todo o processo dos alimentos, desde o produtor até chegarem ao consumidor final.

A tecnologia de blockchain permite “registar dados em rede de uma forma segura”, bem como “aporta grande valor em matéria de segurança alimentar, já que, no final da cadeia, o consumidor passa a poder aceder, de uma forma completamente transparente, a todo o percurso do alimento que se prepara para consumir”, destaca José Cordeiro, Responsável Produtos, Fornecedores e Fileiras da Auchan Retail Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

De onde vêm os alimentos? Auchan vai dizer-lhe, através do blockchain

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião