Médis lança campanha a reforçar compromisso com a saúde

  • ECO Seguros
  • 5 Julho 2020

A Médis, marca de saúde da Ageas Portugal, iniciou nova campanha em televisão e rádio, sob o mote “Todos cuidamos de todos e a Médis ajuda”, com médico online permanente e sem custos.

A agência de saúde do grupo Ageas Portugal lança a campanha “reforça o compromisso em levar cuidados de saúde aos Portugueses, numa altura em que mais pessoas vão de férias e querem manter o acompanhamento médico e especializado”, explica a seguradora.

Filipa Campos Alves, diretora de marketing da Médis: ” A nossa missão é ajudar com soluções efetivas e relevantes para que os portugueses vão de férias”.

A Médis disponibiliza médico e pediatra online, sem custos associados até 31 de agosto, mas também disponibiliza auxílio através da linha de triagem com teleconsultas. “Tudo para continuar a cuidar de todos e assim ultrapassar o mais rapidamente possível este momento que atravessamos”, assegura a empresa.

Citada em comunicado, Filipa Campos Alves, diretora de marketing da Médis, realça: “A situação pandémica trouxe, inevitavelmente, uma maior preocupação com questões de saúde em geral. Neste período, somos mais cuidadores. A recente situação ilustra bem como esta mensagem deve ser trabalhada e interiorizada, por todos. Como Serviço Pessoal de Saúde que somos, é nossa missão ajudar fazê-lo e ajudar com soluções efetivas e relevantes para que os portugueses vão de férias, com a certeza de que continuam bem acompanhados.”

A agência responsável pela campanha foi a VMLY&R, com direção criativa de Pedro Ferreira e produção da Unlimited Content.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Médis lança campanha a reforçar compromisso com a saúde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião