Empresas espanholas asseguraram 70% do mercado das obras públicas em Portugal

  • ECO
  • 6 Julho 2020

No último ano e meio, foram adjudicados 1.431 milhões de euros em obras públicas em Portugal no último ano e meio, sendo que apenas 444,8 milhões foram para empresas de construção nacionais.

As empresas portuguesas asseguraram pouco mais de 30% das obras públicas lançadas no último ano, revela uma análise ao Portal Base, às obras públicas acima de sete milhões de euros. De acordo com o estudo citado pelo Público (acesso condicionado) nesta segunda-feira, foram adjudicados 1.431 milhões de euros no último ano e meio, sendo que apenas 444,8 milhões foram para empresas nacionais.

As empresas estrangeiras — sobretudo “armada espanhola” como é chamada no setor, constituída pelas cinco maiores empresas com a atuação em Portugal (FCC, Ferrovial, Dragados, Sacyr , Acciona) — já ganharam contratos de mil milhões de euros em Portugal.

O desequilíbrio em desfavor das empresas de construção nacionais é avançado um dia antes de o Parlamento levar a discussão, nesta terça-feira, alterações ao código dos contratos públicos por proposta do Governo. O objetivo será eliminar os preços anormalmente baixos que surgem em algumas propostas, assim como evitar que outros concursos fiquem desertos, porque os preços de referência com que são lançados estão desajustados da realidade.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Empresas espanholas asseguraram 70% do mercado das obras públicas em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião