Allstate vai pagar 4 000 milhões pela National General

  • ECO Seguros
  • 8 Julho 2020

A quarta maior no setor não Vida anunciou a compra da 50ª deste setor de seguros nos EUA, incrementando a sua posição para 10% de quota no segmento de linhas de seguros pessoais.

A seguradora The Allstate Corp alcançou um acordo para aquisição da National General Holdings Coporation, por um montante estimado em 4 000 milhões de dólares (cerca de 3,54 mil milhões de euros ao câmbio corrente), uma operação de consolidação setorial que acontece quando, nos EUA, as medidas de confinamento justificadas pela pandemia (covid-19) também resultaram em redução drástica de tráfego nas estradas e diminuição de sinistros.

A transação, que irá reforçar a posição da Allstate no mercado de linhas de seguros dirigidas a particulares, supõe pagamento em numerário (e uma pequena parte em dividendos), sendo que a operação de aquisição deverá estar concluída no início de 2021, sujeita a aprovação das autoridades competentes, indica comunicado da adquirente.

“A aquisição da National General acelera a estratégia da Allstate para aumentar a quota de mercado em linhas de seguros pessoais e expande significativamente a nossa rede de distribuição através de agentes independentes”, afirmou Tom Wilson, chairman e CEO da Allstate.

“A aquisição aumenta os prémios das linhas pessoais em 4 mil milhões de dólares e a quota de mercado em mais de 1 ponto percentual para 10%”, detalhou Wilson.

As plataformas comerciais e tecnológicas da National General serão utilizadas para reforçar ainda mais os atuais negócios de agentes independentes da Allstate que, em abril, anunciou que reverteria parte dos prémios do seguro automóvel para os seus segurados, precisamente por estarem a utilizar menos o automóvel.

O grupo Allstate, considerado o quarto maior dos EUA por volume de prémios no ramo não Vida, segundo dados de 2018, tem sede no Illinois. A companhia fundada em 1931 integra o grupo das mais ativas em P&C (propriedade e danos) e já foi considerada a maior seguradora dos EUA em termos de capitalização bolsista, posicionando-se também como líder no seguro automóvel norte-americano.

O grupo, que superou 33 mil milhões de dólares de prémios líquidos em 2018 (cerca de 21 mil milhões foram gerados pelas marcas do ramo automóvel), opera cerca de 20 subsidiárias distribuídas pelos mercados EUA, Canadá, Reino Unido e Índia.

Por seu lado, a National General posiciona-se entre as 50 maiores do mercado, tem sede em Nova Iorque e também assume o ramo automóvel como negócio principal. Além dos seguros auto para particulares, frotas, empresas e veículos recreativos, opera ainda em soluções de responsabilidade civil patrimonial, saúde e acidentes através de corretoras independentes.

De acordo com números de 2019, a companhia realizou 5,6 mil milhões de dólares em volume bruto de prémios, gerando um resultado anual de 319 milhões.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Allstate vai pagar 4 000 milhões pela National General

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião