Ageas anuncia vencedores da 2ª edição do concurso Ori€nta-te

  • ECO Seguros
  • 16 Julho 2020

O júri do concurso de literacia financeira, realizado em conjunto pela Fundação Ageas e a Mentes Empreendedoras, distinguiu 3 projetos de alunos de 3º ciclo de diferentes estabelecimentos de ensino.

A 2ª edição do concurso de LIteracia Financeira Orienta-te chegou ao final com um bootcamp onde estiveram representadas sete escolas, realizou-se em formato digital com live streaming a partir da conta facebook da Fundação Ageas. A iniciativa “materializa o desafio de sensibilizar as camadas mais jovens para a necessidade de uma gestão financeira informada”, explica a Ageas em comunicado.

Nelson Machado, CEO Vida e Pensões do Grupo Ageas Portugal e presidente do júri: “Esperamos dar ferramentas para que as gerações mais jovens possam estar mais capacitadas para tomar decisões financeiras no futuro”.

 

Os grupos finalistas fizeram um pitch de apresentação dos trabalhos a um júri composto por Nelson Machado (CEO Vida e Pensões do Grupo Ageas Portugal), presidindo ao painel de jurados; Afonso Mendonça Reis (Fundador e inspirador das Mentes Empreendedoras), além mais nove elementos (na maioria docentes e quadros da Ageas).

Para Nelson Machado, CEO Vida e Pensões do Grupo Ageas Portugal, “com este projeto esperamos dar ferramentas para que as gerações mais jovens possam estar mais capacitadas para tomar decisões financeiras no futuro. Desafiamo-las a refletir sobre a gestão do orçamento familiar e explicamos-lhes conceitos financeiros do nosso dia-a-dia como receitas, despesas, poupança, bem como a diferença entre desejos e necessidades”.

De acordo com o anunciado, os vencedores são:

Primeiro lugar: alunos do 8.º ano da Escola Secundária do Fundão, com um projeto para criar um website para partilhar formas de poupar e planear​;

Segundo lugar: alunos do 9.º ano do Instituto dos Pupilos do Exército, com a missão de ajudar uma família a poupar e investir num PPR;

Terceiro lugar: alunos do 7.º ano da Escola Secundária Luís de Freitas Branco (Paço de Arcos-Oeiras) que se propuseram a recolher materiais e ajudar uma associação comunitária a pintar a​ entrada degradada do infantário. ​

Menção Honrosa: alunos do 9.º ano do Instituto dos Pupilos do Exército que vão angariar verbas para remodelar um espaço de uma associação comunitária de saúde mental. Com a conquista desta menção honrosa, os alunos recebem um apoio no valor de 1000 euros da Fundação Ageas para o projeto.

Os três grupos vencedores tiveram direito a prémios: os terceiros classificados receberão voucher da Fnac; os segundos, auriculares de bluetooth com proteção auditiva; e os grandes vencedores receberão um PC portátil cada um. As escolas receberão 500 euros em material escolar.

O concurso decorreu de 15 de outubro de 2019 a 9 de julho. Esta edição contou com a adesão de mais de 25 escolas de 14 municípios do distrito de Lisboa, Porto e Interior (Fundão), chegando a mais de 1500 alunos inscritos. “Apesar da suspensão das aulas ainda foi possível realizar, este ano, mais de 110 workshops onde foram abordados temas como receitas, despesas e orçamentos familiares, com a ajuda de professores e voluntários do Grupo Ageas Portugal”, salienta a organização.

Estamos já a preparar a 3ª edição e esperamos poder manter o nível de participação que tivemos nestas duas últimas,” adianta Nelson Machado.

A Fundação Ageas, lançada em Portugal em 1998, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) que tem por missão apoiar a comunidade, promovendo o voluntariado corporativo e a solidariedade social, bem como desenvolvendo programas com impacto social.

As Mentes Empreendedoras são um programa de desenvolvimento de autonomia, proatividade e liderança nos jovens e pretendem criar uma geração de líderes de serviço e cidadãos de impacto.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ageas anuncia vencedores da 2ª edição do concurso Ori€nta-te

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião