Generali lança publicidade mundial de homenagem a 150 mil agentes comerciais

  • ECO Seguros
  • 16 Julho 2020

Com 189 anos de história, a Generali lança a sua primeira campanha publicitária a nível mundial. Mensagem: 150 mil agentes comerciais encarnam o verdadeiro significado do que é ser “parceiro na vida”

O grupo segurador italiano Generali acaba de anunciar uma campanha publicitária inédita, de âmbito mundial, prevista para decorrer em três fases. A primeira tem os seus mais de 150 mil agentes comerciais no papel principal, em homenagem à função que desempenham enquanto “heróis da Generali”, que dão um toque humano aos produtos e serviços personalizados entregues aos clientes, assumindo-se – nas comunidades locais em que atuam – como verdadeiros “parceiros de vida”, salienta a seguradora em comunicado.

Enquadrada com a estratégia prosseguida pela Generali (ser um “Lifetime Partner” – ou partner di vita, na língua de origem – para todas a situações da existência do cliente), a campanha global realizada em parceria com agência Dentsu procura celebrar os agentes enquanto pontos de referência por excelência, habilitados a prestarem esclarecimento informado ao longo da jornada dos seus clientes.

Isabelle Conner, responsável pela estratégia da Generali nas áreas de Marketing e gestão de Clientes, declarou: “A construção de uma marca forte é um dos pilares fundamentais na estratégia Generali 2021. Supõe uma experiência omnicanal sem falhas, produtos e serviços personalizados, mas também ser capaz de se ligar emocionalmente aos clientes. É por isso que quisemos sair agora com uma mensagem bastante compassiva, mas ousada, especialmente à medida que a vida recomeça após a pandemia de Covid-19″.

Antes de ser nomeada para chefiar o marketing do grupo Generali, Isabelle Conner acumulou experiência em outras instituições financeiras como Zurich, Deutsche Bank e o ING, entre outros.

Prevista para três fases, a campanha global vai primeiro focar-se nos agentes. A segunda fase, prevista para outubro, centra-se nos atributos distintivos da marca, enquanto a terceira, já em 2021, privilegiará os produtos chave.

A ação de publicidade estreia-se em Itália e Espanha, seguindo-se Polónia, Indonésia, Hungria e Áustria, e depois outros 12 países em que a companhia italiana opera, sendo difundida em multimeios (tv, imprensa escrita, rádio, outdoors, redes sociais e outras plataformas web, além de meios digitais dirigidos a segmentos específicos e alvo da atividade do grupo).

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Generali lança publicidade mundial de homenagem a 150 mil agentes comerciais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião