Bruxelas assegura 300 milhões de doses de vacina de farmacêutica Sanofi

  • Lusa
  • 31 Julho 2020

A Comissão Europeia chegou a acordo com a Sanofi para a compra antecipada de 300 milhões de doses de uma futura vacina que está a ser desenvolvida contra a covid-19 destinada à União Europeia.

A Comissão Europeia anunciou esta sexta-feira ter fechado conversações com a farmacêutica francesa Sanofi para um acordo de compra antecipada de 300 milhões de doses de uma futura vacina contra a covid-19 destinada à União Europeia (UE).

A Comissão Europeia concluiu conversações com uma empresa farmacêutica para adquirir uma potencial vacina contra a covid-19”, anuncia o executivo comunitário numa informação divulgada esta sexta-feira.

Bruxelas indica que, “uma vez comprovado que a vacina [a ser desenvolvida pela francesa Sanofi] é segura e eficaz” contra o novo coronavírus, a instituição avançará com “um quadro contratual para a compra de 300 milhões de doses, em nome de todos os Estados-membros da UE”.

Em causa está um acordo de compra antecipada que será financiado com o Instrumento de Apoio de Emergência, mas cuja verba não é mencionada. Além da Sanofi, a Comissão Europeia continua em “prossegue intensas discussões com outros fabricantes de vacinas”, de acordo com a nota de imprensa.

A presidente do executivo comunitário, Ursula von der Leyen, vinca no comunicado que a instituição está a “fazer tudo o que está ao seu alcance para assegurar que os europeus tenham acesso rápido a uma vacina que seja segura e os proteja do coronavírus”, pelo que o anúncio de hoje é “o primeiro passo importante de uma Estratégia Europeia de Vacinas muito mais ampla”.

“Mais se seguirá em breve”, assegura a responsável alemã, indicando que a Comissão Europeia está em “discussões avançadas com várias outras empresas”.

Embora não saibamos hoje qual a vacina que funcionará melhor no final, a Europa está a investir num portfólio diversificado de vacinas promissoras, com base em vários tipos de tecnologias”, o que “aumenta as nossas hipóteses de obter rapidamente um tratamento eficaz contra o vírus”, adianta Ursula von der Leyen.

Até ao momento, Bruxelas já angariou quase 16 mil milhões de euros ao abrigo da Resposta Global contra o Coronavírus, uma iniciativa global que visa o acesso universal a testes, tratamentos e vacinas, que tem juntado líderes europeus e de países terceiros, entidades internacionais e ainda a sociedade civil.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Bruxelas assegura 300 milhões de doses de vacina de farmacêutica Sanofi

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião