Sampo e parceira sul-africana RIM adquirem britânica Hastings

  • ECO Seguros
  • 6 Agosto 2020

A OPA amigável - oferta pública de aquisição aceite pela administração da visada - valoriza a visada em 1,66 mil milhões de libras esterlinas. A concretizar-se, a Sampo ficará com 70% da Hastings Plc.

A Dorset Bidco Limited (Bidco) é a entidade oferente. Acabada de ser criada em Inglaterra País de Gales, a Bidco – nascida de um consórcio entre a finlandesa Sampo e a sul-africana Rand Merchant Investment Holdings (RIM), esta já com operações no reino Unido (através da sociedade MainStreet/OUTsurance) – foi registada com propósito específico de lançar o takeover sobre o Hastings Group Plc.

De acordo com a documentação divulgada pela Hastings, a oferta em dinheiro visa o capital que ainda não é detido por nenhuma das partes integrantes do consórcio (mais os títulos que a Hastings se prepara para emitir).

A contrapartida financeira oferecida pelas ações da Hastings supõe um prémio de 47,1% sobre o preço de cada ação no fecho da bolsa londrina, a 28 de julho, indica a informação no site da entidade visada. Descontando os cerca de 30% que a RMI já detém na seguradora britânica (desde 2017), a transação deverá significar um desembolso de aproximadamente 1,29 mil milhões de euros por parte do consórcio (1,16 mil milhões de libras).

Caso a operação se conclua como está desenhada, o grupo finlandês ficará, indiretamente, com 70% da Hastings, enquanto o grupo sul-africano, manterá os restantes 30% atribuíveis à MainStreet, mas igualmente por via da Bidco.

Os protagonistas

A Hastings opera uma carteira com aproximadamente 3 milhões de segurados, detendo cerca de 8% do mercado de seguro automóvel no Reino Unido.

No entanto, apesar de enfrentar pressão crescente da concorrência, em particular na função preço, a seguradora Hastings encerrou o primeiro semestre com o lucro a acelerar acima de 30%, para 78 milhões de libras, beneficiando de menor sinistralidade devido à redução do tráfego rodoviário no contexto do confinamento devido à pandemia (Covid19).

O grupo Sampo, que detém cerca de 19% do Nordea Bank e participações em outras entidades (Mandatum Life e Topdanmark), é o proprietário da If P&C Insurance, companhia líder nos seguros não Vida P&C (propriedade e danos) nos mercados escandinavos. Com capitalização bolsista de 17,6 mil milhões de euros, desde que diminuiu a sua posição no grupo Nordea, a Sampo tem estado atenta a oportunidades de investimento.

Nas contas do primeiro semestre, o grupo finlandês que acumula 100 anos de experiência no seguro automóvel contabilizou 407 milhões de euros de lucro bruto, contra 442,3 milhões de resultado antes de impostos em igual período de 2019.

Por seu lado, a RMI é uma holding de serviços financeiros fundada em 1977, cotada em Joanesburgo (capital financeira da RSA), com capitalização bolsista a rondar 2,3 mil milhões de euros (48,4 mil milhões de rands). Por seu lado, que já acumula experiência do mercado de seguros britânico, também opera no mercado sul-africano e na Austrália.

Segundo refere ainda o comunicado da Hastings, a RMI e a OUTsurance, que atualmente já respondem por 29,7% da seguradora britânica, estão totalmente alinhadas em todas as decisões sobre o investimento na Hastings.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Sampo e parceira sul-africana RIM adquirem britânica Hastings

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião