BRANDS' ECO Equipa da Garofalo vence Final Nacional do WCGC Portugal

  • BRANDS' ECO
  • 2 Setembro 2020

Luís Filipe Araújo Pinheiro e Nuno Costa Alemão ficam assim apurados para a Final Mundial do WCGC, disputada entre 11 a 15 de novembro deste ano.

Luís Filipe Araújo Pinheiro e Nuno Costa Alemão, da equipa Garofalo, foram os vencedores da 21.ª Final Nacional do World Corporate Golf Challenge (WCGC) Portugal, que decorreu no Montado Hotel & Golf Resort, numa etapa marcada por muito vento. Os dois jogadores, que atuaram com um bom handicap médio de 3,0, irão assim representar Portugal na Final Mundial, de 11 a 15 de novembro, no Oitavos Dunes, em Cascais.

“Somos ambos jogadores do Lisbon Sports Club e, portanto, estamos habituados ao vento”, disse Nuno Costa Alemão, um jogador que frequentemente aparece nos lugares da frente. Foi o vencedor do Ranking ACP de 2019 e este ano, no 2.º torneio do Circuito Nacional de Mid-Amateur da Federação Portuguesa de Golfe, obteve um bom 4.º lugar.

A Garofalo, uma das empresas patrocinadoras do WCGC Portugal, somou 69 pontos net e bateu por 2 pontos a formação da Senivis, de Carlos Tinoco e Samuel Barros. O terceiro lugar foi ocupado pelo conjunto n.º2 da Turkish Airlines, com menos 3 pontos do que os campeões, constituído por António Moura Portugal e Miguel Portela Morais.

Ao todo foram 34 equipas, sendo que as 13 primeiras conseguiram somar 60 ou mais pontos.

Na Final Nacional, Luís Filipe Araújo Pinheiro contribuiu com 37 pontos e Nuno Costa Alemão com 32. Só mais um jogador conseguiu igualar esse recorde da prova de 37 pontos, Bernardo Paes de Vasconcelos, que jogou pela equipa da Executive Digest, a 5.ª classificada, que contou também com o contributo de Tiago Costa.

“Uma vez mais, o meu parceiro levou-me às costas. Jogou significativamente melhor do que eu, mas combinámos dois bons resultados, sobretudo tendo em conta as condições muito difíceis, com vento lateral, o que complica mais do que vento a favor ou contra. Foi uma tarde muito bem passada, com parceiros de jogo espetaculares e só quando chegámos aqui (à cerimónia de prémios) descobrimos que tínhamos ganho”, referiu Nuno Costa Alemão.

Luís Filipe Araújo Pinheiro, por seu lado, sublinhou que “ajudámo-nos um ao outro, puxámos sempre um pelo outro e é muito importante sermos bons amigos”, ao que o parceiro acrescentou logo que “jogamos muitas vezes juntos, somos parceiros habituais, somos amigos fora do golfe, famílias e criançada inclusive”.

Em 2020 o WCGC Portugal foi composto por seis torneios: cinco etapas de qualificação e a Final Nacional. O circuito passou pelo Palmares Ocean Living & Golf no Algarve, Bom Sucesso Resort em Óbidos, Estoril Golf na grande Lisboa, Clube de Golf do Santo da Serra na Madeira e Axis Ponte de Lima no Minho.

Foi a 21.ª edição, mas a primeira sob a organização da Golftattoo Eventos. Os três últimos torneios já foram disputados em contexto de pandemia da COVID-19, sob as novas normas de segurança e saúde decretadas pela Federação Portuguesa de Golfe (FPG) e não houve quaisquer incidentes negativos a reportar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Equipa da Garofalo vence Final Nacional do WCGC Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião