Acionistas confirmam administração da COSEC até 2022

  • ECO Seguros
  • 3 Setembro 2020

Celeste Hagatong mantém presidência, Thierry Etheve continua CEO. Apenas entra Placido Furnari para o cargo de José Vairinhos que se reformou mas fica no conselho fiscal.

O BPI e a Euler Hermes, acionistas em partes iguais da COSEC – Companhia de Seguro de Créditos, que é líder em Portugal nos ramos do seguro de créditos e caução, confirmaram a atual administração em assembleia geral reunida no passado dia 1 de setembro para eleger novos órgãos sociais para o mandato 2020-2022.

Na presidência do Conselho de Administração da companhia mantém-se Maria Celeste Hagatong e para este novo mandato foram eleitos os anteriores administradores não executivos Pedro Silva Fernandes e Paolo Cioni.

Na presidência da Comissão Executiva permanece Thierry Etheve tendo ainda como membros Ana Carvalho, responsável pela na área comercial, marketing e comunicação, e entrou Placido Furnari para assumir o pelouro de risco, substituindo José Vairinhos que passou à situação de reforma.

Foi eleito Pedro Rebelo de Sousa para presidir à assembleia Geral enquanto o conselho Fiscal mantém Miguel Gomes da Costa na presidência, integrando ainda Isabel Lacerda e José Vairinhos como membros efetivos.

A COSEC é responsável pela gestão do Sistema de Seguro de Créditos com Garantia do Estado português, que apoia as empresas na exportação e internacionalização para países de risco político agravado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Acionistas confirmam administração da COSEC até 2022

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião