Gonçalo Castro Pereira vai ser vice-presidente da GamaLife

  • ECO Seguros
  • 10 Setembro 2020

O até agora responsável pelas operações de retalho na Península Ibérica da MetLife, vai reforçar a administração da seguradora adquirida pela APAX ao Novo Banco.

Gonçalo Castro Pereira, até agora responsável pelas operações de retalho na Península Ibérica da MetLife Portugal, será a partir de final de setembro Vice-Presidente do Conselho de Administração da seguradora Vida GamaLife. O gestor licenciado em Direito pela Universidade Católica junta-se no topo da companhia aos vogais Alistair Wallace Bell e Filomena Ferreira Santos e ao presidente Matteo Castelvetri.

Castro Pereira tem uma carreira de 25 anos no setor segurador português e espanhol, tendo desempenhado funções comerciais de topo em diversas companhias, como a Fidelidade, Tranquilidade e Real Seguros. Matteo Castelvetri, considera a contratação “entusiasmante”. “Trabalhando comigo e com a nossa equipa, ele será fundamental para que a GamaLife concretize as suas ambições em Portugal” – diz o presidente – “a sua experiência irá reforçar ainda mais a nossa equipa de gestão e contribuir para acelerar o nosso crescimento”.

A GamaLife define-se como “uma plataforma pan-europeia de gestão de seguros de vida e de património”. Fundada em 2019, na sequência da aquisição da GNB Vida por fundos da APAX Partners, atua sobretudo nas áreas da tecnologia e sustentabilidade. Tem como missão “servir o cliente final nas suas preocupações de proteção e poupança”, diz em comunicado.

Em Portugal, o volume de negócios total da companhia em 2019 ascendeu a 591,3 milhões de euros, um acréscimo de 59,4% em relação ao ano anterior, quando ainda era GNB Vida. No final do ano, a GamaLife era a quinta maior seguradora do país no ramo Vida com uma quota de mercado de prémios de 8,5%, quase o dobro dos 4,6% de 2018.

Desde a aquisição da empresa e apesar da Covid-19, a GamaLife afirma que “continua a contratar talentos locais, tendo incorporado 15 novos colaboradores”. Matteo Castelvetri refere querer “continuar a fazer da GamaLife uma seguradora de excelência em Portugal, uma referência para clientes e parceiros e um local estimulante para trabalhar”.

Castro Pereira proposto pelo acionista da GamaLife, já se encontra registado junto da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF). A sua designação irá prosseguir os trâmites normais de nomeação dos órgãos sociais, e o mesmo irá assumir funções no final de setembro.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Gonçalo Castro Pereira vai ser vice-presidente da GamaLife

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião