Empresa da família de governante fatura dois milhões de euros com Estado

  • ECO
  • 13 Setembro 2020

Uma empresa da família do secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, fez contratos com o Estado no valor de dois milhões de euros.

A empresa da família do secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, faturou cerca de dois milhões de euros com o Estado entre 2016 e julho de 2020, de acordo com o Correio da Manhã deste domingo, que diz que o secretário de Estado e o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, são amigos desde os tempos em que o primeiro era autarca em Matosinhos.

De acordo com o CM, o portal dos contratos públicos, o Portal Base, revela que a empresa, que se chama Território XXI, fez um total de 39 contratos com entidades públicas, no valor de quase dois milhões de euros. Deste total, 955 mil euros referem-se a três contratos — dois deles em parceria com outra empresa — realizados com entidades do Ministério do Ambiente: Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), em 2017 e 2019, e Agência Portuguesa do Ambiente (APA), em 2017.

A empresa, que foi criada em dezembro de 2015, pertence à mulher do secretário de Estado (10% do capital) e à mãe da mulher (55% do capital), e atua na área do ambiente e ordenamento do território. Eduardo Pinheiro informou o Parlamento, no registo de interesses, da quota da mulher nessa empresa, como prevê a lei, mas não é referida a participação da mãe da mulher.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Empresa da família de governante fatura dois milhões de euros com Estado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião