Marrocos duplica prémios de seguro em 10 anos. Wafa Assurance segue líder

  • ECO Seguros
  • 13 Setembro 2020

O volume de prémios de seguro emitidos em Marrocos duplicou numa década em que a Wafa Assurance reforçou liderança, assegurando 1/5 do mercado do reino. Pandemia impôs quebra de dois dígitos no 1ºS.

O mercado marroquino é um dos que se destaca no conjunto do Magrebe, região que inclui Argélia e Tunísia, pela sua trajetória de crescimento constante nos últimos anos, refere análise divulgada em agosto último pela A.M. Best, sustentando que a dinâmica regional de expansão é passível de ser limitada pelos efeitos da pandemia e outros fatores (como regulação e perceção negativa face a seguros), mas a tendência de crescimento é “persistente”, perspetiva o relatório da agência de rating especialista em análises ao setor.

As estatísticas mais recentes da federação local de seguro e resseguro (FMSAR) indicam crescimento de 6,1% em 2018, com o total de prémios emitidos (Vida e não Vida) a ascender a 41345 milhões de dirhams marroquinos (cerca de 4,46 mil milhões de dólares ou 3,77 mil milhões de euros ao câmbio atual), refletindo duplicação face à dimensão de 2009 (sem considerar variações cambiais).

Com cerca de 3,2 mil milhões de dólares, a taxas de câmbio da época, o volume de prémios emitidos em Marrocos (cuja população ronda 35 milhões de habitantes) posicionava-se como o segundo maior do continente africano em 2017, apenas precedido pela África do Sul. Dados de um ano antes, compilados pelo Instituto Internacional de Seguros (III na sigla em inglês), indicavam que o mercado marroquino não chega a representar uma décima do mercado global de seguros, enquanto, por exemplo, a quota de Portugal se aproximava de 0,3% da realidade mundial.

O ramo Vida e os produtos de capitalização (poupança) pesam cerca de 43% do total do mercado marroquino e impulsionaram o crescimento em 2019, segundo fonte externa (não oficial).

Nos últimos 10 anos, a Wafa Assurance, subsidiária do banco Attijariwafa, manteve quota superior a 20%, apontando total de 8,37 mil milhões MAD (dirham marroquino) em 2018 e a assegurar uma fatia de 22% do mercado, confortavelmente distanciada dos quase 16% atribuídos à Royale Marocaine d’Assurance (RMA). Em 2009, quando o mercado valia 20,94 mil milhões MAD em volume global de prémios, a Wafa detinha 20,5% do todo, em concorrência acirrada com os 20,1% da então RMA Watanya.

As estatísticas mostram ainda que, em 2018, a Saham Assurance já emergia como a terceira maior, respondendo por 12,6% do mercado marroquino, indica a informação da Fédération Marocaine des Sociétés d’Assurances et Reassurances (FMSAR).

Pandemia impõe quebra de dois dígitos no 1º semestre de 2020

Na falta de dados oficiais setoriais relativos a 2019, algumas companhias já apresentaram números relativos à primeira metade de 2020 (1ºS) e a informação testemunha o impacto da pandemia.

No caso da Wafa Assurance, os negócios Vida e Não Vida registaram quebra em torno de 16% e 11%, respetivamente, até junho, em quebra combinada de 12,5% refletindo o impacto da pandemia (Covid-19). A receita semestral ascendeu a 4,7 mil milhões de MDA (ou MDH na sigla internacional), um equivalente a cerca de 431 milhões de euros. Em consequência do confinamento sanitário, o negócio desacelerou, de um crescimento superior a 10% no primeiro trimestre, para variação de 0,8% no período de abril a junho.

Não sendo ainda conhecidos os semestrais da RMA, sobram números anunciados pela Saham Maroc, cujo resultado líquido decresceu perto de 16%, pressionado pelo recuo nos negócios Vida e pela depreciação de ativos financeiros num período em que os investimentos cresceram acima de 1%. O volume de negócios da Saham Assurance Maroc desceu 6,6% no semestre, face a período comparável de 2019, totalizando 2,87 mil milhões de MAD.

O negócio Vida registou declínio próximo de 32%, para 423 milhões MAD, refletindo a quebra em contratos e coleta em produtos poupança, enquanto a atividade Não Vida, o ramo mais representativo da companhia, encolheu ligeiros 0,2% no semestre, totalizando 2,44 mil milhões de dirham em prémios até final de junho.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Marrocos duplica prémios de seguro em 10 anos. Wafa Assurance segue líder

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião