Toyota e Lexus integram plataforma ADAS da Swiss Re

  • ECO Seguros
  • 27 Setembro 2020

Com o sistema de pontuação ADAS desenvolvido pela Swiss Re, os automóveis Toyota e Lexus terão melhor desempenho de segurança. A parceria tem efeitos a partir de 2021 e arranca nos mercados europeus.

A Toyota Insurance Services (TIS), através do seu centro europeu de competências, tornou-se parceira estratégica da Swiss Re no desenvolvimento da plataforma ADAS da Swiss Re, sistema tecnológico de pontuação que otimiza diversas funcionalidades de apoio à condução e, simultaneamente, melhora a eficiência na gestão de carteiras de seguro do ramo automóvel.

Ao proporcionar aos clientes [dos fabricante automóveis] comprarem um veículo com sistema avançado de assistência à condução, “contribuímos indiretamente para a redução dos acidentes. Isto encaixa perfeitamente na nossa visão de tornar o mundo mais resiliente”, afirmou Jason Richards, Head Casualty Underwriting Reinsurance na Swiss Re, citado em comunicado.

Com a adesão da TIS, que secunda o grupo BMW (parceiro original no projeto de pontuação de risco que a Swiss Re lançou em 2019), os dados de veículos das marcas Toyota e Lexus passam igualmente a integrar a suite de ponderação de riscos e seguros da resseguradora podendo, ao mesmo tempo, melhorar o nível de assistência ao condutor e desempenho deste em termos de segurança da condução.

No mesmo comunicado, a companhia líder global de resseguro refere que, nesta época de afirmação dos veículos autónomos, “os automóveis estão cada vez mais equipados com sistemas avançados de assistência à condução [ADAS na sigla em inglês] que apoiam ativamente o condutor na prevenção de acidentes”. Neste contexto, as seguradoras enfrentam o desafio de saber quais as características ADAS instaladas em cada veículo, qual é o seu impacto na segurança e em que medida os condutores as utilizam.

A pontuação de risco ADAS foi lançada pela Swiss Re e BMW Group, em 2019, com o objetivo de resolver este problema e desenvolver uma classificação de seguros específica deste tipo de veículos e que as seguradoras em todo o mundo pudessem utilizar para calcular os prémios de seguro, tendo em conta os sistemas de segurança mais relevantes de assistência à condução.

Apostando nas vantagens do potencial preditivo dos sistemas de assistência ao condutor, a Swiss Re espera somar mais aderentes ao programa e, por essa via, ajudar a melhorar a rentabilidade dos seus clientes, assume a resseguradora no comunicado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Toyota e Lexus integram plataforma ADAS da Swiss Re

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião