FC Porto enfrenta Manchester City, Olympiacos e Marselha na Liga dos Campeões

Na presente edição da Liga dos Campeões, o conjunto orientado por Sérgio Conceição irá medir forças com o Manchester City, Olympiacos e Marselha no grupo C.

O FC Porto vai defrontar os ingleses do Manchester City, os gregos do Olympiacos e os franceses do Marselha no grupo C da Liga dos Campeões 2020/2021, ditou o sorteio desta quinta-feira realizado na cidade de Genebra.

O Manchester City de Pep Guardiola volta a surgir no caminho do FC Porto passados oito anos. A última vez que se enfrentaram foi nos dezasseis-avos de final da Liga Europa, onde os “citizens” venceram os “dragões” por 6-1, no conjunto das duas mãos.

No caso do Olympiacos, comandado pelo português Pedro Martins, esta será a sétima vez na história que o FC Porto irá enfrentar o conjunto helénico. No historial de confrontos entre ambos, os “azuis e brancos” venceram dois jogos, empataram um e perderam os restantes três duelos com o Olympiacos.

Por fim, o sorteio da Champions ditou um regresso de André Villas-Boas à cidade “Invicta”. O Marselha irá defrontar o FC Porto na fase de grupos da competição, naquela que será a quinta vez que estas duas equipas se encontram nas quatro linhas.

A fase de grupos da Liga dos Campeões, com a participação do emblema “azul e branco”, arranca a 20 de outubro e termina a 9 de dezembro.

Constituição dos grupos:

GRUPO A: Bayern Munique, Atlético de Madrid, Salzburgo, Lokomotiv Moscovo.

GRUPO B: Real Madrid, Shakthar Donetsk, Inter de Milão, Borussia Mochengladbach.

GRUPO C: FC Porto, Manchester City, Olympiacos, Marseille.

GRUPO D: Liverpool, Ajax, Atalanta, Midtjylland.

GRUPO E: Sevilla, Chelsea, Krasnodar, Rennes.

GRUPO F: Zenit, Borussia Dortmund, Lazio, Club Brugge.

GRUPO G: Juventus, Barcelona, Dínamo Kiev, Ferencváros.

GRUPO H: PSG, Manchester United, Leipzig, Basaksehir.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

FC Porto enfrenta Manchester City, Olympiacos e Marselha na Liga dos Campeões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião