Genebra aprova primeiro salário mínimo. É o mais alto do mundo

Os habitantes de Genebra pronunciaram-se e aprovaram fixar o salário mínimo em 4.086 francos, cerca de 3.783 euros por mês. O objetivo é fazer face à crise gerada pela pandemia de Covid-19.

A população de Genebra, na Suíça, aprovou a criação de um salário mínimo de 23 francos por hora (cerca 21,3 euros), tornando-se assim o salário mínimo mais alto do mundo: 4.086 francos, cerca de 3.783 euros por mês, por 41 horas de trabalho semanal. Esta decisão deverá beneficiar 30.000 trabalhadores precários, e na sua maioria mulheres, avança o ArcInfo.

A medida proposta pelos sindicatos, contou com o apoio dos partidos de esquerda e obteve o voto de 58,15% dos eleitores. A medida tem como objetivo combater a precariedade, agravada pela pandemia de Covid-19.

O Conselho de Estado, que não é favorável à criação do salário mínimo, vai reunir com os parceiros sociais dentro de dez a 15 dias para discutir a implementação da medida que considera que “não será fácil”. Genebra é uma das cidades mais caras do mundo, mas o turismo foi fortemente afetado pela pandemia do novo coronavírus. Entre os setores mais afetados surgem a hotelaria, restauração, limpeza e retalho.

Alexander Eniline, deputado do Partido Trabalhista Suíço (PST-POP), afirmou antes da votação de domingo que a introdução de um salário mínimo é “um requisito fundamental de justiça e uma medida essencial contra a precariedade“, refere o The Guardian.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/coronavirus-fora-da-china/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”1168″ slug=”coronavirus-fora-da-china” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/coronavirus-fora-da-china/thumbnail?version=1601478338499&locale=pt-PT&publisher=eco.pt” mce-placeholder=”1″]

A subida do salário mínimo já tinha sido rejeitada duas vezes pela população de Genebra. A cidade torna-se assim o terceiro cantão da Suíça, em 26, a aprovar a introdução de um salário mínimo, depois de Neuchâtel e Jura.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Genebra aprova primeiro salário mínimo. É o mais alto do mundo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião