Bolsa de Lisboa pintada de vermelho. Galp Energia perde mais de 1%

Investidores estão a reagir negativamente à suspensão das negociações sobre o novo plano de estímulos dos EUA. Lisboa acompanha a tendência de baixa ligeira da Europa, com a Galp a perder mais de 1%.

Depois de duas sessões consecutivas em “terreno” positivo, a bolsa nacional volta a escorregar. Os investidores estão receosos depois de o presidente norte-americano ter ordenado a suspensão das negociações com os democratas em torno de um novo pacote de estímulos para fazer face à crise provocada pela pandemia. Em Lisboa, a Galp Energia lidera as perdas.

Na Europa, o Stoxx 600, a par com o alemão DAX, está pouco alterado, enquanto o francês CAC-40 recua 0,1% e o espanhol Ibex-35 cede 0,3%. Estas quedas aconteçam depois de Donald Trump ter instruído o negociador da administração norte-americana a interromper as negociações com os democratas sobre o novo estímulo económico até depois das eleições presidenciais, a 3 de novembro. Em contrapartida, o britânico FTSE 100 avança 0,2%

Lisboa acompanha a tendência vivida na Europa, negociando abaixo da linha de água. O PSI-20 recua 0,40%, para 4.166.400 pontos. A prejudicar o índice de referência nacional estão, naturalmente, as cotadas mais expostas ao contexto internacional.

Lisboa segue quedas da Europa

Entre os “pesos pesados”, a Galp Energia desvaloriza 1,21% para os 8,3320 euros, acompanhado a tendência de queda dos mercados petrolíferos. O Brent, de referência europeia, cede 0,68% para os 42,35 dólares, ao passo que o WTI está a cair 0,98% para os 40,28 euros, em Nova Iorque.

Ao mesmo tempo, a Jerónimo Martins perde 0,41% para 14,44 euros, enquanto que o BCP cede 0,49% para os 8,05 cêntimos.

Destaque ainda para os títulos da Nos, que desvalorizam 0,70% para os 3,1120 euros. A condicionar o PSI-20 estão ainda as ações da Corticeira Amorim, que recuam 1,27% para os 10,92 euros, bem como as da Mota-Engil que perdem 1,23% para os 1,122 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa pintada de vermelho. Galp Energia perde mais de 1%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião