Abertura dos cemitérios no dia de todos os santos divide autarquias

  • ECO
  • 16 Outubro 2020

Abertura dos cemitérios no feriado, está a dividir as autarquias. Enquanto Gaia, Cascais e Viana do Castelo vão manter os cemitérios abertos, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Trofa decidem fechar.

Numa altura em que Portugal regista mais de dois mil casos diários de Covid-19, a abertura dos cemitérios no Dia de Todos os Santos está a dividir opiniões. Apesar da Conferência Episcopal ter apelado à abertura destes espaços, há autarquias que já decidiram fechar os cemitérios nesse dia como é o caso de Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Trofa. Por outro lado, as câmaras de Vila Nova de Gaia, Cascais e Viana do Castelo vão manter os cemitérios abertos, avança a Renascença (acesso livre).

Para as autarquias que optem por abrir este ano, a correria aos cemitérios vai ter medidas mais apertadas. Em Gaia, a a autarquia vai manter os cemitérios abertos, sendo que haverá um tempo limitado de permanência para cada pessoa ou família. No máximo, vão poder estar 45 minutos no interior do cemitério“, adianta o presidente da autarquia, Eduardo Vítor Rodrigues. O autarca alerta que, entrar “no raciocínio de que tudo pode ter risco, qualquer dia fecha-se tudo, porque tudo tem risco”.

À semelhança do presidente de Gaia, o presidente da autarquia local de Coimbra, Manuel Machado, sugeriu alargar para três dias o período em que os cemitérios funcionam com um horário maior do que é habitual. “Teremos condições de segurança acrescidas, com controlo de acessos em termos de número de pessoas para evitar ajuntamentos e respeitar as regras da Direção-Geral da Saúde”, elucida.

A autarquia de Viana do Castelo também optou pela abertura dos cemitérios, mas vai contar com o apoio dos escuteiros, da GNR e da PSP para ajudar na fiscalização.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Abertura dos cemitérios no dia de todos os santos divide autarquias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião