Cemitérios impõem limites de distância e de tempo de visita no 1 de novembro

  • ECO
  • 23 Outubro 2020

Enquanto alguns municípios decidiram manter os cemitérios encerrados no Dia de Todos os Santos, outros optam por medidas como tempos de permanência que vão desde uma hora, a 15 minutos.

As câmaras ou juntas de freguesia estão a tomar decisões relativamente aos cemitérios durante o Dia de Todos os Santos, altura em que muitas pessoas, nomeadamente idosos, se costuma juntar nestes locais. Alguns decidem encerrar os espaços, enquanto outros optam pelo distanciamento e limitação do tempo das visitas, adianta o Público (acesso pago).

Já vários locais decidiram que não vão abrir os cemitérios neste dia, como é o caso de Póvoa de Varzim, Matosinhos, Barcelos e Guimarães. Já outros optam por impor regras, como o uso de máscara e o distanciamento físico, e medidas de restrição, definindo, por exemplo, tempos de permanência que vão desde uma hora, em Braga, a 15 minutos, em Vila Verde.

Há ainda outras regras, como em Cascais, por exemplo, onde se definiu um máximo de cinco pessoas por campa. Este feriado é marcado pela aglomeração de pessoas em cemitérios, momento também bastante emocional, pelo que o Governo decidiu proibir a circulação entre concelhos de 30 de outubro a 3 de novembro.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cemitérios impõem limites de distância e de tempo de visita no 1 de novembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião