Cemitérios impõem limites de distância e de tempo de visita no 1 de novembro

  • ECO
  • 23 Outubro 2020

Enquanto alguns municípios decidiram manter os cemitérios encerrados no Dia de Todos os Santos, outros optam por medidas como tempos de permanência que vão desde uma hora, a 15 minutos.

As câmaras ou juntas de freguesia estão a tomar decisões relativamente aos cemitérios durante o Dia de Todos os Santos, altura em que muitas pessoas, nomeadamente idosos, se costuma juntar nestes locais. Alguns decidem encerrar os espaços, enquanto outros optam pelo distanciamento e limitação do tempo das visitas, adianta o Público (acesso pago).

Já vários locais decidiram que não vão abrir os cemitérios neste dia, como é o caso de Póvoa de Varzim, Matosinhos, Barcelos e Guimarães. Já outros optam por impor regras, como o uso de máscara e o distanciamento físico, e medidas de restrição, definindo, por exemplo, tempos de permanência que vão desde uma hora, em Braga, a 15 minutos, em Vila Verde.

Há ainda outras regras, como em Cascais, por exemplo, onde se definiu um máximo de cinco pessoas por campa. Este feriado é marcado pela aglomeração de pessoas em cemitérios, momento também bastante emocional, pelo que o Governo decidiu proibir a circulação entre concelhos de 30 de outubro a 3 de novembro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cemitérios impõem limites de distância e de tempo de visita no 1 de novembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião