Insurtechs portuguesas apresentam-se ao mundo em mapa interativo

  • ECO Seguros
  • 19 Novembro 2020

As insurtech portuguesas ganham visibilidade global com uma ferramenta interativa que, num par de minutos, permite conhecer os players e reproduzir o dinamismo do ecossistema.

O projeto resulta de iniciativa conjunta da TDI, plataforma global de conhecimento e recursos sobre insurtech, e da Portugal Fintech, que apresentou o mapa dinâmico do vertical de inovação dedicado aos seguros. É um novo mapa que facilita acesso a toda a informação sobre insurtechs portuguesas e ficará disponível no diretório de recursos da TDI.

Hugh Terry, fundador do TDI faz introdução ao webinar

Durante uma sessão virtual conduzida por Hugh Terry, fundador da plataforma The Digital Insurer (TDI), com participação de responsáveis de inovação tecnológica das seguradoras Tranquilidade (Generali), Ageas Portugal, e empreendedores de insurtechs de ADN português, João Freire de Andrade, presidente da Portugal Fintech apresentou sumariamente o panorama do fintech português, um setor onde o top 30 de startups já captou financiamento agregado de 278 milhões de euros.

Durante o webinar Portugal InsurTech landscape, Freire de Andrade introduziu o recurso interativo e dinâmico que facilita, em poucos minutos, saber quem são as mais ativas em Portugal, as inovações que trouxeram à cadeia de valor do ecossistema e colaborações em curso com incumbentes.

Com informação atualizada ao quarto trimestre de 2020, o acesso ao detalhe para cada proposta de negócio está disponível a cada clique em cima do ícone que mais interessar.

Layout do Mapa dinâmico do Insurtech português

A ferramenta, de acesso fácil e rápido, perspetiva de modo interativo a dinâmica da globalidade do ecossistema. “Portugal afirma-se como um centro de desenvolvimento de startups com vocação B2B na indústria dos seguros”, observou João Freire de Andrade.

O webinar contou com participações online de Pedro Rosa Santos, Technology and Innovation Director na Generali/Tranquilidade, e de Eduardo Caria, Group Head of Transformation and Efficiency da Ageas Portugal, ambos testemunhando o que acontece em cada uma das companhias na área da inovação em tecnologia. Do lado das startups presentes, Nuno Pinto (Coverflex) e Sasha DeWitt (Habit Analytics) falaram dos respetivos projetos.

Colaborando no painel de discussão, Vincent Van de Winckel (Klav7), aprofundou o debate e colocou questões aos convidados, permitindo a troca de insights, experiências e perspetivando tendências.

A importância dos dados (telemática; IoT), a necessidade de responder com rapidez aos desafios da inovação tecnológica, os processos de transformação internos e necessidade de envolver rede de agentes na digitalização, a regulação e a experiência de clientes foram tópicos abordados e debatidos durante o evento.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Insurtechs portuguesas apresentam-se ao mundo em mapa interativo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião