Leilões de energia solar em Portugal na mira de Bruxelas

  • ECO
  • 20 Novembro 2020

Investigação aprofundada aos leilões de energia solar em Portugal por parte do regulador europeu da concorrência poderá colocar em causa investimentos de mil milhões de euros.

A Comissão Europeia poderá abrir uma investigação por suspeitas de ajudas de Estado ilegais e violação das regras da concorrência nos leilões de energia solar em Portugal, avança o Jornal Económico (acesso pago).

A Direção-Geral da Concorrência europeia (DG-Comp) tem estado em contacto com as autoridades portugueses desde o início de setembro, tendo solicitado informações sobre a regras dos concursos de energia solar.

O Governo ficou de enviar uma reposta à DG-Comp até ao final do mês, que poderá ser determinante para a abertura ou não de uma investigação aprofundada aos leilões, ficando em causa investimentos na ordem dos mil milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Leilões de energia solar em Portugal na mira de Bruxelas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião