Galp ganha mais de 3% à boleia do petróleo. Brent está perto dos 50 dólares

Petrolífera portuguesa sobe 3,2% para 9,126 euros por ação, depois de duas sessões em baixa. Lisboa segue sentimento positivo da Europa.

Os maiores produtores de petróleo do mundo chegaram a acordo sobre a estratégia para o mercado em 2021, afastando uma nova crise entre os países. Em reação, a matéria-prima avança e a petrolífera Galp Energia recupera na bolsa de Lisboa, após as perdas dos últimos dias. A cotada é mesmo, a par do BCP, o sustento do PSI-20, que segue a ganhar 0,23% para 4.649,81 pontos.

Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e os seus aliados independentes, liderados pela Rússia, acordaram aumentar a produção em 500 mil barris por dia em janeiro. Este é um ajustamento na quantidade de petróleo disponível mundialmente considerando que a procura está a ser fortemente penalizada pela pandemia. Além de um aumento sinalizar que a vacina poderá chegar no arranque do ano e impulsionar o consumo, o acordo afasta um conflito depois do último ter criado uma guerra de preços e levado o preço do petróleo a valores negativos pela primeira vez na história.

Após o anúncio, o Brent de referência europeia ganha 2,01% para 49,69 dólares por barril, enquanto o crude WTI soma 1,8% para 46,46 dólares por barril. A acompanhar, a Galp Energia sobe 3,2% para 9,126 euros por ação, depois de duas sessões em baixa. É o valor mais alto desde a última sexta-feira.

A par da petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva, também o BCP recupera. O banco liderado por Miguel Maya avança 1,09% para 0,121 euros por ação, o que representa já um ganho de 78% face ao mínimo histórico de 0,0681 euros tocado a 28 de outubro. Ainda assim, no acumulado do ano, o BCP perde mais de 40%.

As retalhistas Sonae (+1,42%) e Jerónimo Martins (+0,64%), bem como a Nos (+0,31%) ajudam também o índice. A família EDP, que tem estado entre os maiores ganhos dos últimos dias, desacelera e negoceia na linha da água.

Lisboa está igualmente a beneficiar do sentimento positivo a nível europeu. O Stoxx 600 o alemão DAX ganham 0,08%, depois das notícias que a atividade fabril na Alemanha reforçou em outubro, superando níveis pré-pandemia. O francês CAC 40 avança 0,06%, o espanhol IBEX 35 sobe 0,09% e o britânico FTSE 100 soma 0,5%.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Galp ganha mais de 3% à boleia do petróleo. Brent está perto dos 50 dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião