Ano Novo com recolher obrigatório às 2 horas. É proibido circular entre concelhos até dia 4

Apesar de aliviar as restrições no Natal, o Governo optou por medidas mais restritivas na passagem do ano. Há recolher obrigatório até às 2 horas.

Se o Natal pode ser passado em família, o Ano Novo chega com regras apertadas para evitar a propagação do novo coronavírus, procurando travar uma potencial terceira vaga. O Governo decidiu que os portugueses terão de estar em casa até às 2 horas, sendo limitada a circulação entre concelhos.

No Ano Novo, ao contrário do que acontecerá no Natal, fica proibida a circulação entre concelhos da meia-noite de 31 de dezembro até à madrugada de 4 de janeiro.

E na noite da passagem de ano, os portugueses terão de estar em casa até às 2h00 de dia 1 de janeiro. Já no dia 1 de janeiro, o dia de Ano Novo, o recolher obrigatório acontecerá às 23 horas.

No dia 31 de dezembro, a restauração poderá funcionar até à 1h00, ou seja, permitindo que algumas pessoas possam celebrar a entrada em 2021 em restaurantes. E já no dia 1, poderão servir almoços, desde que até às 15h30.

Nestes dias de celebração, este ano não haverá grandes festas para evitar a propagação do vírus. Assim, disse António Costa após o Conselho de Ministros em que foram definidas as novas regras, ficam proibidas as festas públicas. E ficam “proibidos ajuntamentos na via publica para mais de seis pessoas”.

(Notícia atualizada às 15h37 com mais informação)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ano Novo com recolher obrigatório às 2 horas. É proibido circular entre concelhos até dia 4

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião