Regulador europeu deverá aprovar vacina da Pfizer a 21 de dezembro

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) deverá dar "luz verde" à vacina da Pfizer contra o coronavírus já na próxima semana, a 21 de dezembro.

A vacina da Pfizer e da BioNTech contra o coronavírus deverá ser aprovada já na próxima semana pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês). Fontes do Governo alemão citadas pela Reuters apontavam para 23 de dezembro, mas a própria EMA vem agora afirmar que está marcada para dia 21 de dezembro uma reunião onde deverá ser dada essa aprovação.

“Após a receção ontem [segunda-feira] à noite de dados adicionais solicitados pelo CHMP [Comité de Medicamentos para Uso Humano] à empresa e enquanto se aguarda o resultado da sua avaliação, uma reunião excecional do CHMP foi agendada para 21 de dezembro para concluir [o processo de aprovação], se possível. A reunião planeada para 29 de dezembro vai acontecer, se for necessário”, refere a EMA, em comunicado.

O regulador europeu continua, referindo que o “CHMP irá concluir a sua avaliação o mais cedo possível” e só “quando os dados sobre a qualidade, segurança e eficácia da vacina forem suficientemente robustos e completos para determinar se os benefícios da vacina superam os seus riscos”.

Assim que o CHMP recomendar a disponibilização da vacina no mercado, “a Comissão Europeia vai acelerar o processo de tomada de decisão com vista a conceder uma autorização de introdução no mercado válida em todos os Estados-Membros da UE e do EEE dentro de alguns dias”, continua a EMA.

Esta terça-feira, a Reuters apontava 23 de dezembro como o dia em que a aprovação à vacina seria dada. “Sim, isso será feito a 23 de dezembro”, disse uma fonte do Governo alemão à agência noticiosa, referindo-se à aprovação da vacina da Pfizer pelo regulador europeu. Com esta “luz verde”, os países da Europa ficam, assim, mais perto de começar a vacinar as suas populações.

Numa conferência de imprensa, o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, já tinha afirmado que esperava que a aprovação europeia para a vacina chegasse antes do Natal, facilitando as primeiras vacinações antes de acabar o ano.

No início deste mês, a EMA afirmou que planeava emitir um parecer sobre a vacina da Pfizer até 29 de dezembro e sobre a vacina da Moderna até 12 de janeiro. As vacinas já estão a ser preparadas em países como os Estados Unidos, Reino Unido e Canadá, depois de os reguladores locais terem dado as suas próprias “luzes verdes”.

Quanto a Portugal, o coordenador do Plano Nacional de Vacinação anteviu, em entrevista à RTP, que, em princípio, as primeiras vacinas contra o coronavírus começarão a ser administradas à população de risco no início de janeiro, um ou dois dias após chegarem a Portugal. A previsão é de que cheguem a território nacional 1,5 milhões de doses de vacina da Pfizer no primeiro trimestre de 2021.

(Notícia atualizada às 13h58 com declarações oficiais da EMA)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Regulador europeu deverá aprovar vacina da Pfizer a 21 de dezembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião