Tesla atinge máximo histórico antes de entrar no S&P 500

A cotada contrariou o sentimento em Wall Street. Todos os três principais índices bateram recordes na abertura, mas acabaram por fechar no vermelho.

A Tesla disparou quase 6% na bolsa de Nova Iorque e tocou um novo máximo histórico. A empresa liderada por Elon Musk valorizou na última sessão antes de entrar no S&P 500 e contrariou assim o sentimento generalizado em Wall Street. Apesar do arranque em alta, os principais índices acionistas acabaram por fechar a semana no vermelho.

A fabricante de automóveis elétricos passou a ser elegível para integrar o S&P 500 depois de no segundo trimestre deste ano ter apresentado lucros pelo quarto trimestre consecutivo, mas acabou por não ser promovida em setembro. Integra o índice de referência norte-americano na próxima segunda-feira e deverá estar entre as 10 maiores empresas. Após o ganho de 5,96% para 695 dólares por ação, a Tesla vale 658,79 mil milhões de dólares.

A cotada contrariou o sentimento em Wall Street. Todos os três principais índices bateram recordes na abertura, mas acabaram por recuar. O industrial Dow Jones perdeu 0,38% para 30.187,86 pontos, o financeiro S&P 500 desvalorizou 0,34% para 3.709,70 pontos e o tecnol´gico Nasdaq deslizou 0,07% para 12.755,64 pontos.

A inversão deveu-se à incerteza sobre novos estímulos nos EUA. O prazo para o Congresso fechar o pacote de 900 mil milhões de dólares para ajudar no combate à Covid-19 e apoiar a economia chega ao fim este fim de semana, mas não há ainda avanços. Os dados mais recentes da economia colocam pressão adicional nos decisores políticos.

Os investidores querem definitivamente ver algo concreto ou algum tipo de aprovação de estímulos o mais rapidamente possível já que o número de casos de Covid continua a aumentar e os dados económicos mostram alguma deterioração”, explica Lindsey Bell, chief investment strategist da Ally Invest, à Reuters.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tesla atinge máximo histórico antes de entrar no S&P 500

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião