Generali compra negócios da AXA na Grécia por 165 milhões

  • ECO Seguros
  • 3 Janeiro 2021

O grupo italiano afirma que com a aquisição, que cumpre a estratégia de liderar na Europa, torna-se a 2ª maior seguradora não-Vida e 3ª nos seguros saúde no mercado grego.

A AXA S.A. vendeu à Assicurazoni Generali S.p.A. a operação de seguros (Vida e poupança e seguro de danos) que desenvolvia na Grécia, por 165 milhões de euros em numerário.

O acordo inscreve-se na estratégia de simplificação do grupo AXA, justifica a companhia francesa, adiantando que a cedência está sujeita às condições habituais de autorização pelas autoridades de regulação, esperando que a transação esteja concluída no fim do segundo trimestre de 2021, segundo comunicado divulgado no último dia de 2020.

O volume de negócios e o resultado operacional da subsidiária grega da Axa ascenderam, em 2019, respetivamente, a 168 milhões e 15 milhões de euros.

Em 2019, segundo dados do mercado grego, com base no valor de prémios brutos emitidos, a AXA Insurance S.A. (Axa Grécia) posicionava-se em sétimo lugar no seguros de danos e era 8ª maior no ramo Vida e poupança, contando com 600 mil clientes, cerca de 250 empregados e uma rede distribuição diversificada, na qual se inclui um acordo exclusivo de bancassurance com o Alpha Bank, agentes, corretores e canais de distribuição direta, indica a informação do grupo francês de seguros.

Por seu lado, em comunicado separado, a Generali informa que a aquisição cumpre a sua estratégia de liderança na Europa, tornando-se a 2ª maior seguradora não-Vida e 3ª nos seguros saúde no mercado grego. Ademais, a Generali refere que, com o negócio, acede a um importante canal de distribuição bancária.

O grupo italiano renegociou a parceria que a AXA detinha com o AlphaBank (até 2027), estendendo o acordo de distribuição até 2040. Comentando a aquisição, Jaime AnchústeguiMelgarejo, CEO da Generali para a área internacional afirma: “Esta aquisição alinha inteiramente com a estratégia Generali 2021, cujo objetivo visa a liderança na Europa.”

A Generali está presente no país desde 1886 e detém 5,3% de quota na Grécia, posicionando-se como a 6ª maior do mercado, contando com 305 mil clientes e um volume global de prémios que rondou os 218 milhões de euros em 2019.

O grupo AXA é um dos líderes globais de seguros e gestão de ativos. Está presente em 57 países, com 160 mil colaboradores ao serviço de 108 milhões de clientes. Em 2019, consolidou 103,5 mil milhões de euros de receitas (em base IFRS), gerando um resultado operacional de 6,5 mil milhões de euros.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Generali compra negócios da AXA na Grécia por 165 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião