Argo Group vende negócio em Itália à Perfuturo

  • ECO Seguros
  • 4 Janeiro 2021

O Argo Group International Holdings, Ltd (Argo) é uma companhia de seguros especializados, enquanto a Perfuturo é integralmente detida pela Philantra Holding AG, uma sociedade de investimento.

O Argo Group alcançou um acordo para vender ArgoGlobal Assicurazioni SpA (AGA), entidade que consolida a sua operação em Itália, tendo como compradora a Perfuturo Capital AG (Perfuturo), uma sociedade suíça gestora de participações sociais.

O Argo Group International Holdings, Ltd (Argo) é uma companhia de seguros especializados, enquanto a Perfuturo é integralmente detida pela Philantra Holding AG, uma sociedade de investimento com operações em tecnologia, energias renováveis e outros ativos da economia “verde”.

“Estamos confiantes que a experiência e o conhecimento que a Perfuturo detém do mercado europeu permitirão à AGA prosperar”, disse Matt Harris, chefe de operações internacionais do Grupo Argo, acrescentando que a transação alinha “com a nossa estratégia de simplificar o negócio e racionalizar as operações”.

A transação, cujo valor não foi revelado, depende das aprovações regulamentares e espera-se que fique concluída nos primeiros meses de 2021.

A Argo “continuará focada nas linhas de negócio de seguros especializados que, esperamos, mostrem um crescimento rentável e mais valor para os acionistas“, complementou Harris, citado num comunicado da companhia.

“A Perfuturo está entusiasmada por investir na AGA e por integrar profissionais talentosos com competência inigualável no mercado de seguros e conhecimento do mercado italiano”, disse, por seu lado, Stephan Kochem, diretor-geral da Perfuturo. “Com a solidez financeira e a experiência europeia do nosso grupo, prosseguiremos a ambição de construir um negócio de seguros de classe mundial em Itália”.

O Argo Group Ltd, sediado em Pembroke (Bermuda), desenvolve atividade seguradora em ramos diversificados sobretudo nos EUA, mas opera no mercado internacional em coberturas menos comuns (specialty), além de assegurar coberturas de responsabilidade profissional, seguros marítimos e para a indústria de energia.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Argo Group vende negócio em Itália à Perfuturo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião