“Juntar PSD e Chega é naufrágio anunciado”, diz Marques Mendes

  • ECO
  • 27 Janeiro 2021

O analista político considera que "o Governo está sem força, sem autoridade e sem norte" e que as presidenciais "abriram um novo ciclo político", que não deverá trazer uma nova esperança para o país.

Luís Marques Mendes afirma que “juntar PSD e Chega” será um “naufrágio anunciado”, alertando para o “risco de ingovernabilidade”. Num artigo publicado no Diário de Notícias (acesso pago), o analista político nota que o novo ciclo político é um “desafio” e um “impasse”.

“As eleições presidenciais abriram um novo ciclo político”, começa por escrever, referindo que, normalmente, “um novo ciclo gera, em regra, uma nova esperança”, mas que desta vez deverá ser diferente. “Temo que, a somar à pandemia e à crise económica e social, possamos cair na tempestade perfeita”, para além do “risco da ingovernabilidade política”, acrescenta. “O Governo está sem força, sem autoridade e sem norte”, afirma.

Marques Mendes alerta que “ou há uma maioria estável e coerente e consegue-se um Governo forte, ou não há e os governos são fracos”, sublinhando que um “Governo forte, à esquerda ou à direita, é cada vez mais uma miragem”. Assim, referindo-se a uma possível união entre o PSD e o Chega, o analista político nota que juntar os dois partidos “numa qualquer plataforma governativa é, no plano da coerência, naufrágio anunciado” e que, “em modo de desespero”, o país verá “muito boa gente a invocar soluções miríficas ou ideias sebastiânicas (…) que simplesmente não existem”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

“Juntar PSD e Chega é naufrágio anunciado”, diz Marques Mendes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião