Quase uma em cada três pessoas com deficiência em Portugal em risco de pobreza ou exclusão social

Os valores registados em Portugal estão muito próximos dos registados na União Europeia, onde 28,4% da população com deficiência estava, em 2019, em risco de pobreza ou exclusão social.

As pessoas com deficiência estavam, no ano de 2019, em maior risco de pobreza e exclusão social do que aquelas que não tinham qualquer tipo de incapacidade. Os dados divulgados pelo Eurostat esta segunda-feira mostram como esta é uma realidade válida tanto para Portugal, como para a globalidade da União Europeia.

28,7% das pessoas com idade mínima de 16 anos e com algum tipo de deficiência, em Portugal, severamente privadas materialmente, a viver num agregado familiar cuja intensidade de trabalho era muito baixa ou em risco de pobreza. Por outro lado, apenas 18,1% da população sem qualquer deficiência vivia nessas mesmas condições.

Estes valores não se afastam muito da média da União Europeia. Os valores registados na totalidade dos 27 Estados-membros mostram que apenas 18,4% dos indivíduos sem qualquer tipo de limitação se encontram numa situação dessa natureza, percentagem que sobe para os 28,4% quando considerado o caso das pessoas com deficiência.

Tal como esclarece o Eurostat, foi nos Estados-membros que, em 2019, “se encontravam em maior risco de pobreza ou exclusão social” que se registou uma maior proporção de pessoas com deficiência a viverem nessas condições de maior dificuldade — Bulgária (50,7%), Letónia (42,1%), Estónia (40,0%), Lituânia (39,9%) e Irlanda (37,8%).

Por outro lado, Eslováquia (19,2%), Dinamarca (20,3%), Áustria (22,2%), Finlândia (22,5%) e França (22,9%) apresentaram-se como os países onde as pessoas com deficiência detinham uma menor probabilidade de estarem sujeitas a situações de pobreza, de privação material ou de baixa intensidade de trabalho dentro do seu agregado familiar.

Os dados divulgados pelo Eurostat esta segunda-feira mostram ainda que em nenhum dos 27 Estados-membros os indivíduos sem deficiência detinham um maior risco de pobreza e de exclusão social do que as pessoas com algum tipo de incapacidade.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quase uma em cada três pessoas com deficiência em Portugal em risco de pobreza ou exclusão social

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião