Exportações de bicicletas continuam a crescer, apesar da pandemia

  • ECO
  • 10 Fevereiro 2021

O setor das bicicletas teve um aumento de 5% nas exportações, mesmo com a paragem provocada pela pandemia de Covid-19.

O setor das bicicletas continuou a crescer em 2020, tendo registado um aumento de 5% nas exportações, mesmo com os confinamentos impostos durante a pandemia de Covid-19, informou a Associação Nacional das Indústrias de Duas Rodas, Ferragens, Mobiliário e Afins (Abimota), esta quarta-feira, 10 de fevereiro, em comunicado.

Segundo a notícia avançada pelo Jornal de Negócios, o setor exportou 424 milhões de euros. A associação justifica este crescimento com “a forte procura” e com a “produção de veículos de maior valor, sejam bicicletas, sejam bicicletas elétricas (e-bikes)“.

“2020 arrancou bem, com a procura dos mercados externos a fazerem a produção crescer com valores da ordem dos 110%. Com a reabertura do mercado, as empresas portuguesas retomaram a produção, com valores de crescimento da ordem dos 90% e a crescer no último trimestre, de novo com valores acima dos 110%”, indica a Abimota no comunicado.

De relembrar que, em 2019, Portugal foi o maior produtor de bicicletas da Europa e “apesar da paragem de quase três meses”, o setor conseguiu crescer. Gil Nadais, secretário-geral da Abimota, elogiou o esforço de todas as empresas que contribuíram para este resultado e mostrou-se orgulhoso dos números que contribuem também para o “projeto de internacionalização do setor, o Portugal Bike Value”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Exportações de bicicletas continuam a crescer, apesar da pandemia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião