Seguradoras britânicas pagam 2,9 mil milhões por sinistros associados a Covid-19

  • ECO Seguros
  • 24 Fevereiro 2021

De todas as participações consideradas, 123 mil foram liquidadas e outras 9 mil receberam pagamentos parciais, indicou a Association of British Insurers que reúne as maiores seguradoras britânicas.

As seguradoras do Reino Unido vão pagar até 2,5 mil milhões de libras esterlinas (cerca de 2,9 mil milhões de euros) em indemnizações de seguros relacionadas com a pandemia de Covid-19, indicou a Associação de Seguradores Britânicos (ABI no acrónimo original).

A maior parte deste valor – ou 2 mil milhões de libras das perdas incorridas pelas seguradoras em 2020 – decorre de reclamações de interrupção de negócios (BI – Business Interruption), enquanto outros 204 milhões são atribuídos a coberturas de proteção, incluindo de vida, doenças crónicas, e reclamações de seguros de proteção de rendimentos.

“O impacto da pandemia Covid-19 não tem precedentes e será um dos maiores eventos segurados dos últimos tempos”, afirmou Huw Evans, diretor-geral da ABI.

A entidade, que representa cerca de 200 companhias do setor, estima ainda que 152 milhões de libras serão gastos com indemnizações de seguros de viagem e outros 121 milhões relacionam-se com outros produtos de seguros gerais, incluindo eventos, casamentos, e seguros de responsabilidade civil.

Do total de participações endereçadas aos seguradores até meados de janeiro de 2021, 123 mil reclamações foram liquidadas com pagamento na generalidade das linhas de negócio indicadas e outras 9 mil receberam pagamentos parciais.

A estimativa representa o “montante de desembolsos que os membros da ABI esperam transferir para os seus clientes em resultado dos sinistros relacionados com a Covid-19 abrangendo uma vasta gama de apólices de seguros. Os dados foram recolhidos pela ABI junto de companhias individuais em janeiro último, mas todas as semanas são pagos milhões de libras em indemnização de sinistros”, explica a associação num comunicado.

Até meio de janeiro, cerca de 700 milhões de libras já tinham sido pagas em resposta às perdas num amplo leque de sinistros, refere a entidade britânica.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Seguradoras britânicas pagam 2,9 mil milhões por sinistros associados a Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião